Empresa quer produzir colágeno orgânico no Mato Grosso do Sul para mercado dos Estados Unidos

0

Empreendimento inovador é o primeiro resultado do evento realizado em Nova Iorque

 

O Mato Grosso do Sul vai receber o empreendimento inovador na produção de colágeno orgânico.

A decisão em investir no Estado é reflexo do MS Day, na Brazilian Week, em Nova Iorque (EUA), com a presença do governador Eduardo Riedel, encabeçando uma comitiva de empresários, secretários e políticos.

Cerca de duzentos empresários dos mais diversos ramos participaram de um jantar temperado pela troca de expertise e a apresentação de oportunidades em solo sul-mato-grossense.

A empresa tem foco no mercado americano e já possui planta no interior de São Paulo.

De acordo com o presidente, Felipe Chaluppe, Mato Grosso do Sul se mostrou apto a receber o investimento na “planta inovadora de colágeno”, como ele mesmo classifica, pois mostrou ser um local que se alinha ao plano de negócios da empresa – além da PeptPure, Felipe também está à frente da InterGanics, do ramo de alimentos, bebidas e nutracêuticos.

“O evento que participamos (MS Day) foi de bastante impacto e, agora, confirmamos nossa transferência, nosso novo investimento”, destaca Chaluppe, acrescentando ainda que é uma grande satisfação poder fechar este novo negócio, recebendo todo o suporte do Governo do Estado.

Atrativos e o produto

Entre os atrativos sul-mato-grossenses destacados, está a política pública de desenvolvimento econômica dentro de preceitos de sustentabilidade.

Projetos como o MS Carbono Neutro e a Lei do Pantanal fazem parte dessa política, tanto que a pecuária pantaneira, conhecida por ser sustentável e orgânica, foi um dos principais alicerces nessa atração.

O colágeno orgânico é extraído do couro do animal e, assim, quanto mais ‘verde’ a produção, maior o índice de sustentabilidade e a probabilidade de atração de investidores de olho nessa tendência global de mercado.

Outro aspecto que favoreceu na atração do negócio foi a cadeia produtiva do boi, por exemplo, com ampla rede de frigoríficos.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento, Jaime Verruck, o próximo passo para chancelar a chegada da PeptPure ao Mato Grosso do Sul está nas tratativas com relação a incentivos fiscais, licenciamento e busca de área adequada no município de Terenos para a fábrica ser erguida.

Fonte: Rogério Vidmantas
Capital News
Artigo anteriorBarroso: inteligência artificial poderá escrever sentenças “em breve”
Próximo artigoTrês municípios de Mato Grosso do Sul serão contemplados com investimentos do Focem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui