Governo Federal apresenta os principais eixos para expansão comercial da região Norte

0

Projetos desenvolvidos pelos ministérios de Portos e Aeroportos, Planejamento e Orçamento e Integração e Desenvolvimento Regional fortalecem as relações comerciais com países Sul-Americanos

 

Expandir as atividades comerciais do Norte brasileiro, integrar as rotas do estado com países Sul-Americanos, impulsionar a economia regional e ampliar os destinos turísticos são objetivos do Governo Federal para resgatar o protagonismo da região no cenário nacional e internacional.

Mais do que isso: fortalecer a relação bilateral com os países vizinhos, oferecendo novos caminhos em diferentes modais para aumentar a importação e exportação, reduzindo, desta forma, o tempo e o custo do transporte de mercadorias entre o Brasil e diferentes mercados externos.

Unidos por esse objetivo, os Ministérios de Portos e Aeroportos (MPor) e o Planejamento e Orçamento (MPO) apresentaram, nesta terça-feira (9), no estado do Acre, o trabalho que tem sido desenvolvido pelos órgãos para potencializar o mercado brasileiro e conectar, via modal aéreo, os estados da região Norte com países próximos.

Durante o evento, o ministro do MPor, Silvio Costa Filho, lembrou que a pasta tem realizado aportes importantes na realização de serviços essenciais para o desenvolvimento econômico e social da região.

“A gente tem procurado ter um olhar estratégico para o Acre e todo o Norte brasileiro.

Primeiro, publicamente, assumi um compromisso que é a manutenção permanente do rio Madeira, para que a gente possa cada ano fazer a sua dragagem.

São investimentos de R$ 50 milhões, porque a gente sabe a importância do rio para o escoamento da produção aqui do Acre”, destacou.

No transporte aéreo, Costa Filho anunciou que a pasta pretende concluir, até outubro deste ano, a requalificação de dois aeroportos no estado, como forma de ampliar os voos comerciais.

“O nosso compromisso é de estruturar os terminais aeroportuários para poder melhor receber bem a população, com os investimentos de mais de R$ 160 milhões realizados aqui no estado.

Vamos ampliar a aviação, com novos destinos aqui para Rio Branco”, indicou.

Primeiras iniciativas

Durante sua apresentação, o ministro anunciou o retorno de voos da capital Rio Branco para Belo Horizonte e Porto Velho.

Segundo Costa Filho, as novas rotas começaram a ser comercializadas nesta quarta-feira (10).

“Esses voos serão fundamentais para a gente poder lincar cada vez mais a Região Norte.

A gente tem trabalhado outros destinos, a partir do segundo semestre, e são novas rotas para Brasília, novas rotas para o estado de São Paulo, porque a gente sabe a importância da aviação do Acre para o povo brasileiro”, finalizou.

Rotas de integração

Os trabalhos de integração do Brasil com países Sul-Americanos também estão sendo desenvolvidos pelo Ministério do Planejamento e Orçamento.

Durante o evento, a titular da pasta, ministra Simone Tebet, apresentou o projeto Rota Rondon, uma das cinco rotas de Integração Sul-Americana, que tem o duplo papel de incentivar e reforçar o comércio do Brasil com os países da América do Sul e reduzir o tempo e o custo do transporte de mercadorias entre o Brasil e diferentes mercados externos.

A ministra indicou que o projeto visa fortalecer não apenas a economia brasileira com os países vizinhos, mas também em otimizar o tempo e os custos de transporte de mercadorias, impulsionando o comércio regional.

O Brasil, para ter acesso aos maiores centros compradores de commodities, tem que percorrer sete mil quilômetros a mais para transportar os recursos.

Estamos falando de diminuir em até três semanas a chegada e partida do que compramos e vendemos”, apontou Tebet.

Fonte: Agência Gov

Artigo anteriorComício da Candelária, 40 anos: o legado sociopolítico das Diretas Já
Próximo artigoPonte da BR-262 sobre o Rio Paraguai irá receber concretagem em obra de recuperação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui