Fiems participa de lançamento de segunda fase unidade da Inpasa em Sidrolândia

0
Anúncio de investimento de mais de R$ 2 bilhões chamou atenção nesta semana (foto: Fiems)

Representando o presidente da Fiems, Sérgio Longen, o chefe de gabinete da presidência, Robson Del Casale, participou na última sexta-feira (08), do lançamento da construção da segunda fase da Unidade do Grupo Inpasa, em Sidrolândia. Com investimento de mais de R$ 2 bilhões, a indústria processará milho e sorgo, estimulando a tecnologia agrícola e o desenvolvimento econômico do estado.

Para Casale, o ato é histórico para a região e demonstra o ambiente favorável aos negócios.

“Não é só um olhar do investimento, mas um olhar da prosperidade, desenvolvimento e inovação da tecnologia com tudo aquilo que é produzido aqui. A proposta da Inpasa, hoje, com esse lançamento, é de fato se tornar uma das grandes do mundo”, enfatizou.

O chefe de gabinete da Fiems também ressaltou o caráter sustentável da produção de etanol de milho e sorgo.

“O investimento em biocombustível, em energia renovável, é fundamental para atingir metas que o Estado vem buscando e a Federação das Indústrias, por meio do nosso presidente, Sérgio Longen, está sempre à disposição, presente e pronta, para auxiliar essas empresas, por meio de Sesi e Senai, para se instalar no estado e gerar cada vez oportunidades para nossa gente”.

Para consolidação do empreendimento, foram firmadas parcerias com Sesi, no âmbito da saúde e segurança dos trabalhadores, e com o Senai, na oferta de cursos profissionalizantes e consultorias. Além de negociações para serviços oferecidos pelo IST (Instituto Senai de Tecnologia) em Alimentos, Bebidas e Sementes, de Dourados, para análise e classificação laboratorial em grãos.

O vice-presidente Inpasa, Rafael Ranzolin, lembrou-se do anúncio da planta, em agosto do ano passado, durante a realização MS Day, em São Paulo. O evento foi promovido pela Fiems, em parceria com o governo do Estado, para atrair investimento para Mato Grosso do Sul.

“A iniciativa do governo estadual, dos órgãos de pesquisa, das instituições de classe e do poder público municipal fez com que realmente se consolidasse esse investimento de maneira muito estruturada. É algo que vai verticalizar realmente a cadeia do agro”, explicou.

Entre os diferenciais da unidade, estará o processamento de sorgo como matéria-prima na produção de biocombustíveis, DDGS e derivados. A quarta unidade da Inpasa no Brasil representa um importante fomento na produção agrícola local, pois potencializa alternativas de cultivo de segunda e terceira safra, além de estimular o desenvolvimento de outros setores, empregos e renda para toda a região.

Para o governador, Eduardo Riedel, a instalação de unidade com tamanha inovação e investimento traz credibilidade ao Estado.

“É fundamental que consigamos conquistar cada vez mais confiança do empresariado em iniciativas que sejam competitivas e sustentáveis, como é o caso da Inpasa, que agrega valor na nossa produção e, principalmente, gera oportunidade de renda e empregos para as pessoas. Não só Sidrolândia, como Mato Grosso do Sul e o Brasil, ganham muito”.

Autoridades presentes no ato comemoraram lançamento de 2ª fase (foto: Fiems)

A ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet, destacou que Mato Grosso do Sul é um dos poucos estados a ter investimento privado de R$ 2 bilhões atualmente.

“É desenvolvimento não só para Sidrolândia, ou para o nosso Estado, é desenvolvimento para o Brasil. Estamos falando de empregos diretos e indiretos para região, que se  somam às fábricas de celulose que já estão sendo construídas, e a outras que estão por vir. Estamos falando de um Estado que era celeiro, até pouco tempo atrás, de grãos e está se tornando celeiro da agroindústria”.

Para a prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo, o investimento da Inpasa traz visibilidade ao município.

“É tempo de trabalho, desenvolvimento e futuro , porque o que está sendo plantando aqui vai ser visto até por quem ainda não nasceu. Eu fico contente e feliz em fazer parte desse dia”.

Investimento

A Inpasa é hoje a maior transformadora de cereais em energias limpas e renováveis da América Latina. Com um investimento estimado em cerca de 2 bilhões, há previsão da geração de mais de 2 mil empregos na etapa de obras, além de 350 novos postos de trabalho efetivos, a partir do funcionamento da planta, no segundo semestre de 2024.

Além da indústria, também haverá investimentos na instalação do posto de combustível e centro de serviços da Rodobras, com previsão de 110 empregos diretos e 60 indiretos.

‘Fiems e Secretaria Estadual de Desenvolvimento’ posam juntos em Sidrolândia (foto: Fiems)

Fonte: Fiems

Artigo anteriorEm menos de quatro horas, PM de Mundo Novo apreendeu duas motos
Próximo artigoCanções para sonhar: Charpenel comanda noite de clássicos na Urca

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui