Já somam doze as denunciantes no inquérito de assédio sexual contra candidato

0
Marquinhos Trad é investigado em inquérito que apura crimes de assédio sexual

Cerca de 20 pessoas já foram ouvidas no inquérito

A delegada da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) Maíra Pacheco  Machado informou ao Capital News que 12 mulheres já denunciaram o ex-prefeito e candidato ao governo do Estado, Marquinhos Trad no inquérito que apura os crimes de assédio sexual, importunação sexual, estupro na forma tentada e favorecimento a prostituição.

 

Além do ex-prefeito, outras quatro pessoas são investigadas no inquérito, que foi aberto no dia 18 de julho, partindo inicialmente da denúncia de quatro mulheres.

Em coletiva realizada no último dia 26 de julho, a delegada pediu respeito e que não fizessem pré-julgamentos das vítimas e disponibilizou um canal para que eventuais vítimas que se sentirem seguras possam denunciar, através do telefone e WhatsApp (67) 99324-4898.

 

De acordo a delegada, em torno de 20 pessoas já foram ouvidas no inquérito. O prazo para a conclusão do relatório das investigações termina no dia 18 de agosto, data em que deve encaminhar ao Ministério Público de Mato Grosso do Sul e solicitar a ampliação do prazo caso necessário.

defesa do ex-prefeito diz que as denúncias fazem parte de uma armação política e que mulheres seriam cooptadas para fazerem denúncias falsas.

Relembre o caso

Marquinhos Trad, e outras quatro pessoas, são investigados por assédio sexual, importunação sexual, estupro na forma tentada e favorecimento a prostituição após um inquerito ser aberto para apurar denuncias contra ele. Inicialmente eram quatro mulheres denunciando.

 

O inquérito também apura se essas mulheres teriam ganho vantagens em troca desses encontros que segundo denúncias aconteceram no gabinete do então prefeito. Outras pessoas também estão sendo investigadas em possível esquema.

Fonte: Capital News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui