Delegada pede respeito a vítimas de crimes sexuais

0
Deurico/Capital News

A Delegada Adjunta da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM ) Maíra Pacheco Machado falou sobre o respeito a vítimas de crime de dignidade sexual e cultura do estupro que disse existir.

A fala da delegada foi na coletiva realizada na última terça-feira (26) para falar sobre o inquérito instaurado contra o ex-prefeito Marquinhos Trad que investiga denúncias sexual.

“Não especificamente em relação a essa investigação, mas faço uma ressalva no tocante a uma delegada que trabalha a sete anos com violência doméstica e crimes contra a dignidade sexual porque crimes como esse muitas vezes a única materialidade que nós temos é a palavra da vítima porque são crimes cometidos dentro de quatro paredes” disse a delegada.

Na sequência a Maíra seguiu falando sobre respeitar as vítimas, “Devemos ter um maior respeito por essas vítimas” e completou falando sobre a cultura do estupro que disse haver no Brasil, “existe no Brasil, por conta do sistema patriarcal, uma cultura do estupro onde quando se denuncia um crime contra a dignidade sexual a primeira pessoa a ser culpada é a vitima, seja pela roupa que ela ostenta, seja pela forma como se portou, dificuldade ou não que ela tinha… e dificilmente alguem olha pro suspeito, é sempre a vitima a ser questionada, culpada e a ser julgada”, enfatizou.

 

 

 

Fonte: CapitalNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui