Convênio de R$ 7 milhões contempla diversas ações em Guaíra

0

Nesta semana, o Município de Guaíra, via Diretoria de Estradas e Rodagem, da SEMAIM — Secretaria de Agropecuária, Infraestrutura e Meio Ambiente, deu andamento nos trabalhos de readequação de estradas e outras atividades firmadas em convênio com a Itaipu Binacional.

A parceria foi registrada sob convênio de nº 45000065963, e prevê a execução de diversas ações em Guaíra, como manutenções nas bacias hidrográficas: Rio Xororó, Córrego Alto Água do Bugre, Interbacia Córrego Carambey, Córrego Diamantino, e adjacências do Município.

Além desses, também contempla atividades de conservação de solos (terraceamento), recuperação/proteção de nascentes, execução de cercas/alambrados em área de conservação ambiental, apoio a gestão cooperativa, aquisição de empilhadeira motorizada fragmentadora de papel, construção de cisterna, aquisição de climatizador do barracão da Coleta Seletiva, iniciativas de educação ambiental, e Pontos de Entrega Voluntária de Resíduos — PEV.

As atividades de conservação da biodiversidade (adequação de estradas e serviços de contingências) somente poderão ser realizadas na Faixa de Proteção e Reservatório de ITAIPU e adjacências.

Confira a seguir o descritivo técnico acerca das atividades previstas no contrato:
-Readequação de Estradas em 112.700 m² = 18 km lineares;
-Cascalhamento de 64.000 m² = 12 km lineares;
-Base granular para asfalto com 57.000 m² = 8 km lineares;
-Estabilização de leito de estradas em 102.900 m² = 14 km lineares;
-Pavimento Asfáltico em 58.800 m² = 8 km;

-Construção de terraço base larga com 140 km lineares.
O valor total do convênio é R$ 7.060.300,00, sendo a participação da Itaipu 58,5%: R$ 4.130.580,00, e 41,5% para o Município, com custo de R$ 2.920.720,00.

Conforme a equipe, já foram executados 43.178 m² (7.134 m lineares) de readequação de estradas nas Comunidades de: Água do Bugre, e Oliveira Castro. Ainda, houve 14.484 m² de cascalhamento na Estrada Arapongas, no Distrito de Doutor Oliveira Castro; 2110 m lineares de atividades de conservação de solos (terraceamento) nas Comunidades de Apepu e Maracajú dos Gaúchos.

No decorrer desta semana, em andamento aos trabalhos firmados pelo convênio, foi iniciado os trabalhos de readequação da Estrada Espírito Santo, na comunidade de Salamanca. Esta será a primeira etapa da ação, e no ano de 2023 será promovido as atividades de base granular para asfalto e pavimento asfáltico, com uma extensão de 8,4 km na referida estrada, e início paralelamente ao cemitério do Distrito de Dr. Oliveira Castro até a comunidade do Espírito Santo.

 

 

 

 

Confira o registro dos trabalhos.
DICSI – Texto: Andressa Teleste/Foto: assessoria SEMTEC/Revisão: Cintia Marques
Acesse: https://www.guaira.pr.gov.br/noticias/noticia/810

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui