Técnico do sub-20, Danilo exalta trabalho de Vítor Pereira no Corinthians: “A base não tinha espaço”

0

Na última terça-feira, o Corinthians se classificou para as quartas de final da Libertadores diante do Boca Juniors de forma histórica, em plena Bombonera, em Buenos Aires, nos pênaltis. O time alvinegro terminou o duelo com Raul Gustavo, Roni, Giovane e Lucas Piton em campo, quatro jovens que vieram da base do clube – antes, Du Queiroz e Gustavo Mantuan foram substituídos.

Esta máxima vem sendo muito utilizada por Vítor Pereira na temporada, seja porque faz parte do seu perfil trabalhar com as categorias de base, como fez em seus clubes anteriores, como o Porto, seja porque é uma alternativa à quantidade de desfalques do clube, que preocupa, ou, por fim, uma solução no mercado da bola na questão financeira.

O ex-meia Danilo, campeão da Libertadores com o Corinthians, em 2012, atualmente é técnico do time sub-20 do Timão. Para ele, o trabalho do treinador português com a base é algo a se destacar, de fato.

“É muito importante isso. Quando eu jogava mesmo, fiquei dez anos aqui e dificilmente subia atleta para lá (profissional). Treinava e voltava, acabava tendo poucos espaços, até mesmo porque o nosso time era muito bom, contratava muito, então, a base não tinha muito espaço. Isso depende muito do treinador, isso é uma coisa muito boa dele, de olhar para a base, dar oportunidade”, iniciou Danilo, para a Gazeta Esportiva.

“Estou lá no sub-20 agora, tem vários jogadores que têm potencial muito grande pela frente, talvez não hoje, mas daqui dois ou três anos, já novo assim, tendo oportunidade, a tendência é que vá muito bem. A gente está muito feliz por isso, por ele estar usando a base”, complementou.

Neste momento, o elenco sub-20 do Corinthians conta com 40 jogadores, sendo que 14 desses nomes estão inscritos na lista da Libertadores – isso sem contar outros atletas da base do clube que estão no profissional, como Lucas Piton, Roni (que converteu um dos pênaltis decisivos contra o Boca), Du, Adson e Mantuan.

São eles: Robert Renan, Lucas Belezi e Alemão (zagueiros); Léo Mana (lateral); Guilherme Biro, Matheus Araújo, Breno Bidon, Murillo e Zé Vitor (meias); e Giovane, Wesley, Pedro, Felipe Augusto e Pedrinho (atacantes).

Os jogadores são utilizados por Danilo no sub-20 e também por VP em treinos e jogos, ganhando cada vez mais experiência no profissional.

Neste momento, a equipe comandada pelo ex-meia é líder de seu grupo no Paulista da categoria (uma vitória em um jogo disputado na segunda fase) e segundo colocado em sua chave no Brasileirão sub-20 (três vitórias e uma derrota).

 

 

 

 

Fonte: Gazetaesportiva.net

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui