Delegado é preso e afastado do cargo após ser flagrado com munição ilegal

0
Divulgação

Rodrigo Blonkowiski, titular da 2ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã

O delegado Rodrigo Blonkowiski, da 2ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã, alvo de mandado de busca e apreensão, foi preso em flagrante por posse ilegal de munição nesta terça-feira (5), durante o desdobramento da operação Codicia. Foram encontradas na casa do suspeito dezenas de munições irregulares.

 

Na casa de Rodrigo, debaixo de uma cama de casal, policiais militares do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) encontraram projéteis intactos de vários calibres.

 

A segunda fase da operação Codicia foi deflagrada para averiguar documentos referentes à 2ª DP, que está sob o comando do delegado Rodrigo Blonkowiski.

 

A operação investiga um grupo criminoso voltado para a prática dos crimes de concussão, peculato, tráfico de drogas e demais delitos relacionados às delegacias de Polícia Civil de Ponta Porã, município na fronteira com Paraguai que fica a 295 km de Campo Grande.

 

Segundo Wilton Vilas Boas, o delegado responsável pela prisão, foi arbitrada fiança de R$ 3 mil.

 

As investigações começaram em maio de 2021 e duraram 10 meses, com a notícia de que parte dos policiais civis da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã cobrou R$ 20 mil dos proprietários de uma carreta para fazer a restituição do veículo. O crime foi provado.

 

O trabalho ainda identificou um grupo criminoso formado por policiais civis – tanto aposentados, como da ativa – que se utilizava das delegacias para a obtenção de vantagens financeiras, especialmente relacionadas à gestão de veículos apreendidos e sob a responsabilidade da Polícia.

 

 

Fonte: CapitalNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui