Meia-entrada e fila preferencial: saiba quais são os direitos de quem doa sangue

0

Supermercados Comper realizam ação de conscientização e incentivo à doação

Os benefícios à saúde e à sociedade já são conhecidos. Quem doa sangue, além de salvar até quatro vidas com uma única bolsa, também reduz o risco de doenças cardíacas, de alguns tipos de câncer, elimina o excesso de ferro e recebe um hemograma simples gratuitamente para ficar de olho na própria saúde. Mas você sabia que a lei garante benefícios extras a quem é doador regular de sangue e medula?

De acordo com a Lei nº 3.844, de 10 de Fevereiro de 2010, de Mato Grosso do Sul, os doadores regulares de sangue que possuem a carteirinha do Hemosul podem usufruir de meia entrada em “casa de diversões ou estabelecimentos que realizam espetáculos musicais, artísticos, circense, teatrais, cinematográficos, feiras, exposições, festa de peão de boiadeiro, zoológicos, pontos turísticos, estádios, atividades sociais, recreativas, culturais, esportivas e quaisquer outras que proporcionem lazer, cultura e entretenimento.” Também fica garantido o direito ao mesmo atendimento dispensado aos idosos em fila de bancos

Segundo a Lei n. 2.887, de 21 de setembro de 2004, também estadual, fica isento do pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos promovidos por quaisquer dos poderes da administração pública estadual, assim como das suas fundações e autarquias, no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul.

Para a empresária Heloísa Barbosa, de 29 anos, estes benefícios, claro, ficam em segundo plano. Ela, que em 2022 completou 10 anos como doadora de sangue, diz que começou a doar pensando na saúde. “Eu tenho um problema uterino e durante o tratamento eu não podia menstruar. Comecei a doar sangue para regular meu organismo e nunca mais parei. Minha pressão está ótima e a gente ainda ganha o hemograma pra ir acompanhando”, conta a empresária. Já na terceira carteirinha do Hemosul, ela diz que usa os benefícios sempre que pode. “Toda vez que vou em exposições, cinema, teatro e shows eu apresento a carteirinha. Algumas pessoas não conhecem a lei, mas eu já tenho até salvo no celular pra mostrar”, ri.

Junho Vermelho – Para conscientizar a população sobre os benefícios humanitários e financeiros da doação de sangue, os Supermercados Comper estão participando do Junho Vermelho. Todas as terças, quintas e sábados, os funcionários de frentes de caixas estarão com camisetas alusivas à campanha. Os colaboradores também se reuniram para doarem e comparecerem à unidade do Hemosul no sábado (18) e na segunda-feira (20) para doarem “um pouco de vida”.

A gerente de relacionamento do Comper, Fernanda Bardauil, foi doadora pela primeira vez na segunda-feira e está radiante com a ação. “É uma sensação muito gratificante, e o que é melhor ainda: não doi nada”. Ela ainda lembrou que no futuro não se sabe se pode vir a precisar contar com a doação de outras pessoas, então é importante que todos pensem no próximo.

Quem também doou pela primeira vez foi a gerente do Comper Rui Barbosa, Ivonete Simão Costa. “Com meia horinha do meu tempo eu posso ter ajudado a salvar quatro vidas, e pra mim isso não tem preço”, afirma ela.

Para doar sangue, é preciso estar com um documento com foto, ter entre 16 e 59 anos, mais de 51kg e estar bem alimentado. Homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses.

https://satocomunicacao.com.br/meia-entrada-e-fila-preferencial-saiba-quais-sao-os-direitos-de-quem-doa-sangue/

Fonte: Grupo Sato

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui