Operação Ágata Arco Sul Sudeste 2022: Mais de 500 kg de drogas são apreendidas em Guaíra (PR)

0

Uma ação no âmbito da Operação Ágata Arco Sul Sudeste resultou na apreensão de cerca de 510 quilos de maconha durante patrulhamento no município de Guaíra (PR), nas proximidades do Parque Nacional de Ilha Grande. A droga foi levada para a sede da Polícia Federal da cidade. A atuação envolveu militares da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Polícia Militar do Paraná e agentes da Polícia Federal.

Desde 24 de maio, as Forças Armadas em conjunto com Órgãos de Segurança Pública e de Fiscalização intensificam o patrulhamento, controle e monitoramento nas rodovias, hidrovias e área marítima dos estados de São Paulo e Paraná.

O Comandante do 8° Distrito Naval, Vice-Almirante Guilherme da Silva Costa, ressaltou a importância do trabalho integrado. “A interoperabilidade de militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea com os demais órgãos possibilita uma maior abrangência no desenvolvimento de ações como essa, que buscam o fortalecimento da prevenção das medidas de controle, da fiscalização e da repressão aos ilícitos transfronteiriços e ambientais, fortalecendo assim a presença do Estado na região”.

Coordenada pela Marinha, a operação interagências emprega cerca de 2.500 integrantes, entre militares e agentes, no combate aos ilícitos transfronteiriços (descaminho, contrabando e tráfico) na localidade.

 

Até o momento, a Operação Ágata realizou mais de 2,3 mil apreensões, entre armas, embarcações, munições, drogas, pacotes de cigarros, produtos agrícolas e equipamentos eletrônicos contrabandeados. Um total de 6 mil veículos e 175 embarcações já foram inspecionadas.

Inserida no Programa de Proteção Integrada de Fronteiras, instituído pelo Decreto Presidencial no 8.903, de 16 de novembro de 2016, a operação tem sido realizada anualmente e nesta edição conta com um canal de comunicação direto com a população, o Fale Conosco. A proposta foi aumentar meios para receber as demandas da sociedade junto aos militares e agentes envolvidos nas ações.

Para Nadira, moradora de Foz do Iguaçu (PR), o reforço na segurança traz mais tranquilidade para cidadãos da região. “A gente se sente um pouquinho mais seguro. É um apoio a mais e uma ajuda super importante”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui