Lista de presos em operação contra drogas sintéticas no Paraguai tem quatro brasileiros

0

Entre as 10 pessoas presas até o momento pela “Nova Evolução”, que acontece em cinco cidades do Departamento Cenatal, no  e visa a desarticulação das redes de distribuição de drogas sintéticas e semissintéticas estão quatro brasileiros. A lista inclui ainda quatro paraguaios, um argentino e um colombiano.

Segundo informações divulgadas pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), durante as diligências realizadas na madrugada desta sexta-feira (3), foram confirmadas as prisões de Angelane Cabral Nunes, Alan Douglas Goes, Joao Azevedo de Sousa e Johnathan Cardenes. Todos de nacionalidade brasileira.

Os outros seis presos pela “Nova Evolução” são Ayelen Agustina Ortiz (Argentina), Sergio Daniel Agüero Núñez, Fernando Villar,, Angélica Céspedes e Hugo Gabriel Bobadilla Candia (Paraguai), além do colombiano Carlos Daniel Grueso.

Após  investigações  realizada por Agentes Especiais da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), uma série de ações operacionais estão sendo realizadas em diferentes pontos do Departamento Central.

O  foco da “Nova Evolução” é o  desmantelamento das redes de distribuição de drogas sintéticas e semissintéticas, além de cogumelos alucinógenos para consumo da população  e jovem, principalmente.

Segundo a Senad, pelo menos 14 intervenções estão previstas em Assunção, Luque,  Roque Alonso, San Lorenzo e Lambaré. A investigação, que remonta a vários meses, conseguiu identificar os componentes da rede de distribuição, que inclui  jovens de nacionalidade paraguaia, brasileira, argentina e colombiana.

Ainda de acordo com a informações dos agentes da Senad, o intergrantes têm o perfil de estudantes universitários, operadores  de plataformas de transporte digital e supostos empreendedores. Muitos deles frequentam casas noturnas onde acontecem festas eletrônicas.

 

 

 

 

Fonte: MidiaMax

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui