Presidente da Unale Lidio Lopes e Ministério da Cidadania assinam acordo de cooperação técnica

0

O deputado estadual e presidente da Unale Lidio Lopes esteve em Brasília, nesta terça-feira (31), acompanhado do vice-presidente da Região Nordeste, deputado Diogo Moraes (PE), do presidente da Secretaria de Cuidado, Prevenção à Depressão, Suicídio e Drogas, deputado João Luiz (AM) e pelo diretor-geral, Evaldo Bazeggio, para realizar a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério da Cidadania e a Unale.

O termo tem como objetivo articular ações de prevenção ao uso de álcool e outras drogas, cuidados, tratamento e reinserção social dos usuários de drogas, dependentes químicos e apoio aos seus familiares, alinhando estratégias e compartilhando planejamentos de trabalho pertinentes aos temas, a aprovação deste acordo inaugura uma série de esforços da Unale para o combate da depressão, suicídio e drogas.

Para o presidente Lidio Lopes “este acordo é de suma importância, pois conseguimos levar esta medida para outros estados, com isso conseguimos avançar neste enfrentamento às drogas e levantar recursos para as casas terapêuticas que ajudam os dependentes químicos”.

Este acordo está em consonância com a nova Política Nacional sobre Drogas (PNAD), que dispõe de medidas de prevenção e repressão ao tráfico ilícito e uso indevido de substâncias entorpecentes ou que causem dependência física ou psíquica. Além de criar frentes parlamentares para ajudar na compreensão da relação entre depressão e uso de drogas para direcionar medidas interventivas mais eficazes

Ainda em agenda na capital brasileira, Lidio Lopes fez a entrega do relatório com dados das atividades sobre cuidados, prevenção à depressão, suicídio e droga, produzido pela Unale através das Secretarias Temáticas, para a deputada federal, Liziane Bayer (RS). “A Unale realizou conferências e seminários em todas as regiões do país, fazendo levantamento de dados e debatendo as temáticas na questão da depressão e do suicídio, para fazer políticas públicas que visem à melhoria da saúde mental da população”.

Fonte: Lidio Lopes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui