Após reunião no Ninho do Urubu, tensão no Flamengo diminui

0

Por mais uma semana consecutiva, os bastidores do Flamengo ficaram muito agitados no Ninho do Urubu. Na semana passada, foram as declarações de Jorge Jesus sobre seu desejo de retornar ao clube. Agora, a polêmica envolveu o goleiro Diego Alves e o técnico Paulo Sousa.

Com Santos entregue ao departamento médico, e Hugo bastante criticado por suas falhas na meta rubro-negra, Diego Alves viu aparecer uma oportunidade para voltar a ocupar o posto. Entretanto, ele não foi relacionado para a partida diante da Universidad Católica-CHI na última terça-feira, pela Libertadores.

Diego Alves apresentou um quadro de pubalgia na semana passada e não vinha treinando com a equipe. Apesar disso, teria dito que estava em condições de ser relacionado. Em entrevista coletiva após a partida, o treinador explicou a razão do barramento.

“Aqui os processos não são assim, os jogadores para jogar têm que treinar. E ele não treinou nenhum dia desde o jogo contra o Botafogo, por isso não podia estar relacionado,” afirmou.

A polêmica foi aumentada pela afirmação do repórter Eric Faria, da Rede Globo, de que o treinador “encomendou” a pergunta.

Na última quinta-feira, uma série de reuniões no Ninho do Urubu buscaram esclarecer o episódio. Paulo Sousa, Diego Alves, dirigentes e até representantes do elenco, como o meia Diego Ribas, estiveram presentes.

Além do treinador afirmar ter sido mal compreendido, o próprio repórter da Globo se retratou publicamente negando que Paulo Sousa tivesse pedido que a pergunta sobre Diego Alves fosse feita na coletiva.

Para por um ponto final no assunto, Paulo Sousa, o diretor de futebol Marcos Braz e o diretor executivo Bruno Spindel devem se pronunciar após a partida contra o Goiás, neste sábado, no Maracanã.

Fonte: Gazetaesportiva.net

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui