Termina nesta quarta (4) prazo para emitir ou regularizar título de eleitor

0

O cidadão que quiser votar nas eleições de 2022, alterar local de votação ou regularizar o título eleitoral tem até amanhã (4). Os serviços podem ser feitos on-line pelo sistema Título Net, disponível no Portal do Tribunal Superior Eleitoral.

 

De acordo com o TSE, 4 de maio também é o prazo final para quem quiser incluir o nome social no título de eleitor – no caso de pessoas transsexuais e travestis. Após essa data, o cadastro eleitoral será fechado e não serão permitidas mais mudanças para as Eleições 2022.

 

Assim como acontece em todo ano de eleição, a maioria das pessoas deixa para regularizar o documento na última hora. Se você é uma delas, veja como fazer essas mudanças online.

 

Emissão

Quem vai tirar pela primeira vez precisar acessar a página de Autoatendimento do Eleitor, do TSE e clicar na opção “Tire seu título”. Para comprovar a sua identidade, são solicitados: uma selfie (foto frontal) segurando um documento oficial com foto, imagens de frente e verso do mesmo documento, e um comprovante de residência (conta de água, luz, celular ou carnê de IPTU, por exemplo).

Importante: homens acima de 19 anos que ainda não tenham título terão de apresentar um comprovante de quitação do serviço militar para o alistamento.

 

Transferência

Na mesma página de Autoatendimento do Eleitor, também é possível solicitar a transferência. Para realizar o procedimento, é necessário residir em no mínimo 90 dias na nova cidade, não ter débitos com a Justiça Eleitoral e não ter transferido ou tirado a primeira via do título nos 12 meses anteriores.

 

Nome social

Pessoas transexuais ou travestis também podem requerer o uso do nome social no título em apenas alguns instantes. Basta acessar a mesma página na opção de Autoatendimento do Eleitor e fazer o pedido de mudança.

 

Regularização

Para transferir, emitir ou mudar o nome social, seu título de eleitor precisa estar regular. Para saber se está com alguma pendência ou não, tudo é feito também através do Autoatendimento do Eleitor. Na página, basta clicar em “atendimento ao leitor” e nessa aba abrirá uma lista de opções. Clique na quarta opção “consulte a situação do título eleitoral”.

 

Pagamento

Caso esteja irregular, clique em “multa eleitoral”, que abrirá a página de “quitação de multas”, role a tela até o final para preencher a parte chamada “Consulta de débitos do eleitor”. Na sequência, clique em “Consultar”, serão exibidos os seus débitos.

Se prefere emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU), o boleto deve ser pago no Banco do Brasil. Se optar seguir pela opção “Pagar”, você será direcionado para a página do PagTesouro e poderá optar pelo pagamento por Pix ou por cartão de crédito.

 

 

 

 

Fonte: Assomasul.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui