Adversário do Fluminense ofereceu “cheque em branco” para Cano e é a 2ª maior vítima dele na Colômbia

0
Cano virou goleador e ídolo do Independiente Medellín na Colômbia — Foto: Divulgação / Independiente Medellín

Goleador e amuleto, parte dois? Depois de superar na Pré-Libertadores o Millonarios, maior vítima de Germán Cano na Colômbia, o Fluminense enfrenta agora pela Copa Sul-Americana o Junior Barranquilla, adversário que o centroavante argentino também virou carrasco em sua passagem pelo futebol colombiano. O reencontro será nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Metropolitano de Barranquilla, em partida válida pela segunda rodada do Grupo H.

Antes de brilhar no Brasil, Cano viveu sua melhor fase da carreira na Colômbia, especialmente no Independiente Medellín, onde se tornou ídolo e o maior goleador da história do clube com 129 gols. E o Junior Barranquilla foi sua segunda maior vítima no país, com oito gols em 13 jogos (sendo um pelo Deportivo Pereira e sete pelo Medellín). A equipe só fica atrás do Millonarios, que teve suas redes estufadas 11 vezes em 12 partidas (já incluindo os dois confrontos com o Fluminense na Pré-Libertadores desse ano).

Gols de Cano contra o Junior Barranquilla:

 

  • 1º – Deportivo Pereira 1 x 2 Junior Barranquilla (11/09/2011): abriu o placar aos 41 minutos do primeiro tempo, mas viu seu time levar a virada na etapa final;
  • 2º – Junior Barranquilla 3 x 2 Independiente Medellín (10/11/2013): fez o último gol do jogo, aos 31 minutos do segundo tempo, mas não evitou a derrota de sua equipe;
  • 3º – Junior Barranquilla 0 x 1 Independiente Medellín (24/08/2014): marcou o único gol do jogo selando a vitória aos 23 minutos do segundo tempo;
  • 4º e 5º – Independiente Medellín 2 x 2 Junior Barranquilla (20/05/2018): fez os dois gols que empataram o jogo duas vezes, aos 30 do primeiro tempo e aos 41 da etapa final;
  • 6º – Junior Barranquilla 4 x 1 Independiente Medellín (08/12/2018): marcou o gol de honra na derrota de seu time aos 21 minutos do segundo tempo;
  • 7º – Independiente Medellín 3 x 1 Junior Barranquilla (16/12/2018): fez o terceiro e último gol da vitória de sua equipe aos 35 minutos do segundo tempo;
  • 8º – Junior Barranquilla 3 x 2 Independiente Medellín (02/02/2019): abriu o placar do jogo aos dois minutos do primeiro tempo, mas viu o adversário virar a partida.

Porém, diferentemente do Millonarios, o Junior Barranquilla ao mesmo tempo que é vítima, ao sofrer muitos gols, também é algoz de Cano. Nas 13 partidas contra o centroavante argentino, a equipe só perdeu quatro enquanto empatou duas e venceu sete. Inclusive em uma final do Torneio Finalización em 2018: o adversário do Fluminense goleou o Independiente Medellín por 4 a 1 no jogo de ida em sua casa, e perdeu por 3 a 1 na volta com um gol de Cano, mas se sagrou campeão pelo saldo de gols.

 

Mas o desempenho individual do argentino fez o Junior Barranquilla tentar sua contratação na época em que já estava no Brasil defendendo o Vasco. No ano passado, Cano deu uma entrevista para o programa “De Fútbol se Habla Así”, do canal Directv Sports, da Colômbia, e revelou ter recebido propostas do Atlético Nacional e do Junior, que ofereceu para ele escolher o valor do salário que queria receber. Mesmo diante de uma oferta tentadora, ele recusou.

 

– Na época, o Nacional queria me ter. Do Junior também recebi uma proposta e me deixaram escolher até o salário. Sou sempre uma pessoa de muito respeito e de palavra. Na época disse que se voltasse para a Colômbia, voltaria para o Medellín, iria voltar ao time que praticamente dei tudo por eles, e eles por mim, e agora fico com isso – declarou, em maio de 2021.

 

Mesmo quando deixou o Vasco, Cano decidiu ficar no Brasil e escolheu o Fluminense, onde vive um início para lá de promissor. Com a camisa tricolor, o centroavante argentino começou a temporada como artilheiro isolado do time, com 10 gols em 20 jogos (média de uma bola na rede a cada duas partidas). Sua comemoração, fazendo um “L” com as mãos, já virou mania entre a torcida, e quem convive o dia a dia do clube ao lado do argentino garante que ele demonstra estar muito feliz.

 

Atualmente, Cano é titular da equipe e barrou até o ídolo Fred. Se o argentino não for poupado, ele será a esperança de gols nesta quarta-feira, pela segunda rodada do Grupo H da Sul-Americana. Após vencer o Oriente Petrolero, da Bolívia, o Fluminense é o segundo colocado com três pontos (um ponto e um jogo a menos do que o Unión Santa Fe, da Argentina). Só o time que mais pontuar somando os seis jogos avança para as oitavas de final do torneio.

 

 

 

Fonte: Globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui