Morte de duas mulheres em MS segue sob investigação

0

Investigações para se apurar as circunstâncias em que se deram a morte de duas mulheres, uma idosa de 90 anos e outra de 59 anos, além de um atropelamento às margens da MS 276, KM 01, próximo ao Posto Tigrão, no município de Batayporã, no último sábado (2) continuam.

 

Segundo as informações preliminares, às duas primeiras teriam sido esfaqueadas, entre as 19h do de sexta-feira, 01/04 e 3h da madrugada de sábado, 02/04, em uma residência situada no bairro Mustafá, em Batayporã.

 

Logo após o crime, realizou-se exame pericial do local, por intermédio da Perícia Criminal de Nova Andradina, apreendeu-se o provável instrumento do crime (faca de cozinha), além de um short utilizado pelo suspeito do crime, que foi deixado no local com vestígios de sangue. Aproximadamente dez testemunhas, que tiveram contato com as vítimas tanto antes do crime quanto após a sua ocorrência, foram ouvidas.

 

A linha investigatória produzida, principalmente pela forma como as vítimas foram deixadas bem como o encontro de vestígios de sangue na vestimenta (short) do suspeito deixada no local, somado ao depoimento das dez pessoas inquiridas no curso das investigações, sugere-se que o suspeito seria o neto da vítima, e que, inclusive, residia junto a ela.

 

Ainda de acordo com o apurado, o indivíduo, após a prática dos fatos, teria tomado banho, trocado de roupas, abandonado a vestimenta utilizada durante o crime e na sequência, utilizando-se de uma bicicleta, se deslocado às margens da rodovia MS 276, KM 01, próximo ao Posto Tigrão, passou a caminhar a pé, escolheu um veículo Bi-trem, que trafegava no sentido AnaurilândiaxBatayporã e se jogou, ocasionando, assim, as lesões que culminaram no encaminhamento ao Hospital Regional e, por consequência, morte.

 

Ainda está sendo objeto de apuração quais seriam as motivações que levaram o suspeito a cometer o crime. As investigações seguem em andamento.

 

 

 

Fonte: CapitalNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui