Investimento do zero: 3 formas de começar a aplicar com pouco dinheiro

0

O mundo dos investimentos pode parecer bastante complexo e desafiador para investidores de primeira viagem, mas a boa notícia é que ele também é bastante versátil e existem opções para todos os gostos. Indo além da poupança, existem outras formas de se investir com pouco dinheiro e ainda conseguir algum retorno, tudo de forma totalmente segura e sem risco de prejuízo.

Separamos três tipos de investimentos seguros e mais em conta para quem está começando agora. Confira:

LCI
As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) são títulos de renda fixa usados para financiar o mercado imobiliário brasileiro. Funciona como um empréstimo onde é o investidor quem empresta dinheiro, enquanto a instituição que recebe devolve com uma taxa básica de juros, chamada de Selic. Além de ser um investimento seguro, ainda possui isenção no Imposto de Renda.

Mesmo que a instituição recebedora não consiga honrar com o pagamento no futuro, o investidor ainda recebe o retorno, graças ao Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que assegura até R$ 250 mil por CPF. Contudo, dentre todas as opções, essa não é a mais lucrativa.

CDB
O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é uma renda fixa emitida por bancos. É semelhante ao LCI, porém trocando o setor imobiliário por bancos privados que usarão esse dinheiro para empréstimos e afins. Também possui a segurança do FGC, mas esse tipo de investimento já é cobrado pelo Imposto de Renda, no valor inicial de 22,5%.

Mesmo com o imposto, o CDB ainda é bem mais rentável que a poupança, mas em termos de lucro, pode não se distanciar tanto do LCI. Ainda assim, não deixa de ser um investimento seguro e lucrativo.

Tesouro Direto
Se você sempre se perguntou o que é Tesouro Direto, trata-se de uma das melhores opções para quem quer investir com pouco dinheiro e ainda ter lucros. Aqui você investe em títulos do Tesouro Nacional, ou seja, você empresta dinheiro para o Governo Federal e recebe de volta com juros. É um procedimento extremamente seguro, já que o destinatário é o próprio governo e ele honrará com a dívida mesmo em épocas de crise econômica.

Muitos especialistas até recomendam que as pessoas invistam suas reservas econômicas no Tesouro Direto, já que é possível fazer mais dinheiro e elevar os ganhos.

 

 

 

Fonte: CapitalNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui