Corinthians reencontra São Paulo 22 dias após estreia de VP e gol-relâmpago: o que mudou?

0

Neste domingo, o Corinthians tem mais um grande desafio na temporada 2022, o maior até agora: as semifinais do Campeonato Paulista, diante do rival São Paulo, no estádio do Morumbi.

O adversário é justamente o primeiro que Vítor Pereira encontrou em solo brasileiro, no dia 5 de março, exatamente no mesmo lugar, em sua estreia no comando do clube do Parque São Jorge.

Naquela ocasião, o placar foi 1 a 0 para o Tricolor, com gol-relâmpago de Jonathan Calleri, aos 52 segundos. A chuva e a falta de energia também participaram do início do duelo, mas o Alvinegro não conseguiu reverter o marcador naquela ocasião.

Agora, neste domingo, às 16h (de Brasília), o português tem a chance de comandar o Corinthians em sua primeira vitória em clássicos na temporada. É jogo único, com passagem para a final do Estadual. Em caso de empate, a decisão vai para os pênaltis.

“Acho que é um erro que não pode acontecer (gol-relâmpago). Agora, esse jogo, com certeza, tem que ser todo diferente, temos que entrar ligados desde o primeiro minuto, para que a gente possa fazer um grande jogo e sair com a classificação”, analisou o meia Willian, também indicando o que deve ser feito para isso acontecer:

“A gente sabe que o time do São Paulo tem qualidade e joga bem dentro de casa, mas nós vamos em busca da classificação. Mesmo jogando fora, temos que impor nosso ritmo de jogo e acho que, sem a bola, marcar bem e, com ela, fazer aquilo que sabemos bem. Tocar bem a bola, movimentar e procurar os espaços para poder fazer os gols”, finalizou.

Desde aquela derrota, o Timão entrou em campo mais quatro vezes, somando duas vitórias, um empate e uma derrota. O revés foi para o Palmeiras, por 2 a 1, as vitórias aconteceram contra Ponte Preta, em goleada por 5 a 0, e Novorizontino, pelo placar mínimo.

Por fim, o empate foi justamente na última quinta-feira, contra o Guarani, pelas quartas de final da competição. A decisão foi para os pênaltis, terminado em 7 a 6, com defesa de Cássio já nas cobranças alternadas.

Em uma conta simples, o Timão somou, desde a chegada de VP, sete pontos de 15 possíveis, com um aproveitamento de 46,6%, com oito gols feitos e quatro tomados.

Dentro de campo, daquele primeiro jogo até o último, apresentamos abaixo algumas estatísticas, segundo o Footstats, para fins de comparação. Confira!

São Paulo 1 x 0 Corinthians

597 passes certos
3 finalizações certas (9 erradas)
9 desarmes certos (3 errados)
6 cruzamentos certos (19 errados)
5 lançamentos certos (11 errados)
3 interceptações certas
8 dribles certos (4 errados)
7 viradas de jogo certas (1 errada)
9 escanteios
11 assistências para finalização
5 defesas
1 defesa difícil
27 rebatidas
3 faltas cometidas
15 faltas sofridas
27 perdas de posse de bola

Corinthians 1 (7) x (6) 1 Guarani

417 passes certos (58 errados)
7 finalizações certas (6 erradas) – 0 finalização certa no segundo tempo
13 desarmes certos (2 errados)
5 cruzamentos certos (22 errados)
9 lançamentos certos (11 errados)
3 interceptações certas (1 errada)
9 dribles certos (2 errados)
Nenhuma virada de jogo
8 escanteios
11 assistências para finalização
1 assistência
4 defesas
39 rebatidas
14 faltas cometidas
15 faltas sofridas
28 perdas de posse de bola

No melhor jogo até agora do Timão, no 5 a 0 contra a frágil Ponte Preta, os números foram:

576 passes certos
10 finalizações certas (10 erradas)
20 desarmes certos (4 errados)
9 cruzamentos certos (5 errados)
8 lançamentos certos (10 errados)
3 interceptações certas (1 errada)
8 dribles certos (1 errado)
2 viradas de jogo certas
5 gols
5 escanteio
14 assistências para finalização
4 assistências
3 defesas
22 rebatidas
19 faltas cometidas
15 faltas sofridas
20 perdas de posse de bola

Fonte: Gazeta Esportiva

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui