MS poderá ter semana de conscientização sobre a Síndrome do Ovário Policístico

0
Foto: Luciana Nassar

Mato Grosso do Sul poderá ter uma campanha de sensibilização sobre a Síndrome do Ovário Policístico (SOP), distúrbio hormonal que atinge 13% das mulheres em idade fértil. É o que prevê o Projeto de Lei 49/2022, que começou a tramitar nesta terça-feira (8) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS). De acordo com a proposta, de autoria do deputado Neno Razuk (PTB), a campanha será realizada, anualmente, na segunda semana de março.

O parlamentar informa, na justificativa do projeto, que a SOP é uma “patologia endocrinológica que provoca alteração dos níveis hormonais, levando à formação de cistos nos ovários que fazem com que eles aumentem de tamanho, além de trazer diversos sinais físicos, como atrasos na menstruação, aumento de pelos no rosto, seios e abdômen, obesidade, acne e em casos mais raros a queda de cabelo.”

A doença atinge parcela significativa da população feminina. De acordo com dado mencionado por Neno Razuk, 13% das mulheres em idade fértil são acometidas desse problema. No Brasil, são contabilizados 2 milhões de casos novos anualmente.

“A Semana de Conscientização que o presente projeto pretende instituir, certamente, contribuirá para alertar a população sobre os sinais, os sintomas e a importância do diagnóstico precoce, favorecendo, como consequência, o sucesso no tratamento”, justificativa o deputado a importância do projeto.

A proposta segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). Caso seja considerado constitucional, será analisado e votado pelas comissões de mérito e na sessão plenária.

 

 

 

 

Por: Osvaldo Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui