28 de fevereiro Dia Mundial da Doença Rara

0

Estima-se que existam entre seis e oito mil doenças raras em todo o mundo. Elas apresentam diversidade de sinais e sintomas, que variam não só de uma doença para outra, mas também entre as pessoas que são acometidas pela mesma condição.

Em geral, as doenças raras não tem cura, mas parte delas, quando tratadas de forma adequada, tem progressão mais lenta, e a pessoa pode ter uma melhor qualidade de vida.

Alguns exemplos de doenças raras são: artrite reativa; deficiência de hormônio do crescimento – hipopituitarismo; doença de Crohn; doença falciforme; esclerose lateral amiotrófica; esclerose múltipla; fibrose cística; síndrome de Guillain-Barré; e tumores neuroendócrinos (TNEs).

 

Fonte: Prefeitura de Naviraí

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui