Para onde vamos depois da morte

0
Wilson Aquino

Depois da perseguição e morte de apóstolos e sacerdotes de Cristo, um tempo depois de Sua crucificação e ressurreição, a igreja estabelecida por Ele entrou no mais profundo e longo período de apostasia (afastamento da verdade). Até que em 1823, por intermédio de um garoto de apenas 14 anos, o Senhor deu início ao processo de restauração do Evangelho na Terra e do restabelecimento da Sua igreja entre os homens.

 

O menino era Joseph Smith, do Estado de Vermont/EUA, que também foi perseguido e morto por uma turba furiosa alguns anos depois. Mas não sem antes dele receber das mãos de Deus, por intermédio de um anjo, o Evangelho restaurado que estava em pergaminhos antigos e que foram traduzidos e revelados ao mundo como o Senhor previu em Apocalipse (14:6): “E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o Evangelho eterno, para proclamá-lo aos que habitam sobre a terra, e a toda nação, e tribo, e língua, e povo”.

Os pergaminhos haviam sido escritos por vários profetas desde 600 a.C. até 400 d.C. A maioria deles era das Américas, onde Cristo também andou e pregou a Palavra depois de Sua ressurreição, e antes de subir aos céus.

A tradução deu origem ao Livro de Mórmon, um registro religioso de duas grandes civilizações que migraram do Velho Mundo para o continente americano. Uma veio de Jerusalém no ano 600 a.C. e posteriormente se dividiu em duas nações, conhecidas como Nefitas e Lamanitas. A outra veio muito antes, quando o Senhor confundiu as línguas na Torre de Babel. Este grupo é conhecido como Jareditas.

Por orientação do Senhor, Joseph Smith também restaurou Sua igreja, fundando A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, que cresceu e se espalhou por todo o mundo. Hoje é a que mais cresce e entre inúmeras particularidades: não tem e nunca teve clero remunerado e é a que mais investe em serviços sociais, socorrendo a humanidade inclusive nas grandes catástrofes para onde leva mão de obra voluntária, água potável, alimentos e agasalhos para refugiados e sobreviventes. Possui uma estrutura gigantesca que lhe permite fazer isso em todo o mundo.

E foi pelo Espírito de revelação que o Senhor respondeu, por intermédio das autoridades da igreja Dele, à pergunta que incomoda o homem desde o início da sua existência: – Para onde irei depois desta vida?

A resposta, de acordo com a Sua igreja restabelecida, é a seguinte:  De uma perspectiva terrena, a morte física pode parecer como um final, mas na realidade é um começo, um passo à frente do Plano de Nosso Pai Celestial. Na morte, seu espírito deixará seu corpo e irá para o mundo espiritual, que é um lugar de aprendizado e preparação. (Cristo, depois de morto e ressuscitado, pregou o evangelho nesse local. Confira em I Pedro 3:18-20).

No mundo espiritual, as lembranças desta vida permanecerão com você. A morte não mudará sua personalidade ou seu desejo de fazer o bem ou mal. Se escolheu seguir Cristo durante sua vida na Terra, sentirá paz espiritual e descansará de seus afazeres. Aqueles que escolheram não segui-Lo e não se arrependem serão infelizes.

O Senhor sabia que muitos de seus filhos nunca teriam uma oportunidade de aprender sobre Jesus Cristo em sua vida e que outros escolheriam não segui-Lo. Por amar seus filhos, Deus providenciou uma maneira para que as pessoas aprendam sobre Seu Plano no mundo espiritual, tenham fé Nele e arrependam-se.

Um dos grandes dons de Deus para todos os que vêm à Terra é a ressurreição, que foi possível através da Expiação de Cristo. Quando Ele morreu na cruz, Seu espírito foi reunido ao Seu corpo glorificado e perfeito, que não morreria novamente.

Essa reunião do corpo e espírito é chamada ressurreição. Todos os que nascerem nesta Terra serão ressuscitados. Depois de ressuscitar, você será levado perante Deus para ser julgado de acordo com suas obras e os desejos de seu coração.

Depois de julgado, você viverá em um estado de glória. Devido à variedade de obras e desejos de todos, o céu inclui vários reinos, ou graus de glória.

REINO CELESTIAL – Deus e Jesus Cristo moram no Reino Celestial. Se você viver de acordo com o evangelho de Cristo e for limpo dos pecados, através da expiação, receberá um lugar nesse mais alto reino. Viverá na presença de Deus e conhecerá a alegria completa.

REINO TERRESTRE – As pessoas que se recusam a aceitar o evangelho, mas vivem de maneira honrada, receberão um lugar no Reino Terrestre.

REINO TELESTIAL – Aqueles que continuam em seus pecados e não se arrependem, receberão um lugar no Reino Telestial. (*Com Informações de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias)

 

 

*Wilson Aquino
Jornalista e Professor

Fonte: Capital News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui