A 24ª unidade da Sala Lilás é inaugurada na delegacia de Paranhos

0

O município de Paranhos na última sexta-feira18/02, recebeu autoridades regionais e estaduais na inauguração da 24ª Sala Lilás no Estado do Mato Grosso do Sul, nas dependências da Polícia Civil na cidade, trata-se de um reforço no combate à violência contra a mulher. Observando o aumento do número de mulheres vítimas de violência doméstica, a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul viu a necessidade de um projeto que pudesse ajudar no combate desse tipo de violência, oferecendo um atendimento diferenciado e especializado, tendo então, em 2019, reestruturado o projeto inicial supramencionado para a “Sala Lilás da Polícia Civil”, ou seja, um espaço diferenciado para o atendimento e registro de ocorrências que envolvam casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, estendendo inclusive o atendimento para as crianças e adolescentes vítimas do mesmo tipo de violência.

A implantação da sala Lilás em Paranhos foi concluída através da Parceria prefeitura e governo estadual. Prefeito Donizete Viaro acompanhado dos secretários, Governo Municipal Edna Guimarães, Administração Aldinar Ramos Dias, Finanças Roseli Maccari, Educação professora Antonia Zagonel, e Obras Levi. O delegado titular dr Edgar Punsky recepcionou as autoridades presentes na cerimônia de inauguração, o delegado regional da Polícia Civil, Clemir Junior , representou  o Secretário de Justiça e Segurança Pública Dr. Antônio Carlos Videira, o coordenador regional da casa Civil  Antonio Dantas, representou o  Governador do Estado, o deputado Estadual Professor Rinaldo(PSDB),parlamentar que  destinou a emenda para a compra dos equipamentos para a Sala Lilá, foi representado pelo Vereador Helio Acosta(PSDB), do legislativo municipal estiveram presentes  a presidente da Câmara Adriana Ribeiro (PSB),  e Giuliano Delarissa (MDB),  o comandante da Polícia Militar no município, Mauro Sérgio e Angélica Fontonari, gestora do projeto na Polícia Civil, A proposta não é apenas uma sala, cujas paredes serão pintadas na cor lilás, mas um local de acolhimento da mulher e criança que passam por qualquer tipo de violência doméstica e com a segurança de que a vítima não ficará em situação de constrangimento, exposta a olhares e comentários de julgamentos.

“O projeto começou em 2019 e leva um atendimento especializado nas cidades que não tem delegacia da Mulher. Antigamente as denunciantes ficavam no mesmo ambiente que os demais, o que inibia as denúncias”, explicou Fontonari. O prefeito Donizete Viaro (MDB) destacou a parceria com o governo do estado e lembrou que o município construiu a sala e disponibiliza psicólogas e assistentes sociais para o atendimento no local. “ È um importante passo para combater a violência contra mulheres, crianças e adolescentes além de oferecer um atendimento especial a vítimas em um momento delicado, vamos disponibilizar profissionais da área que possam somar e ajudar no que for preciso, o governo municipal é parceiro”, afirmou o prefeito Donizete.

 

 

 

 

Fonte: Maurício Silva (Jotinha)/Assessoria Prefeitura

Artigo anteriorCom investimento de R$ 17,6 milhões, Governo do Estado entrega kits e uniformes escolares
Próximo artigoConfira boletim epidemiológico atualizado de Mundo Novo, Guaíra, Sete Quedas, Tacuru, Naviraí e Paranhos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui