A frente da prefeitura de Mundo Novo, Paulo cita R$ 4 milhões em recursos e revela mágoa com ex-aliados

0

Salários de servidores correu risco de não ser pago em dezembro; entenda

 

O presidente do Legislativo de Mundo Novo, Paulo Lourenço (PSD), que assumiu o município interinamente por 34 dias após licença do prefeito Valdomiro Sobrinho e da vice-prefeita Rosária Andrade, ambos do PSDB, concedeu entrevista a Tv Sobrinho, na última sexta-feira (07) – último dia de seu mandato interino.

Com mais de 1.300 visualizações até à tarde de domingo (09) a entrevista teve Paulo reclamando de

“picuinhas políticas que pra tentar me atingir, atingir a Administração, o prefeito Valdomiro Sobrinho, que acaba atingindo 750 servidores e os nossos fornecedores”.

A declaração de Lourenço aconteceu após denúncia anônima ao Ministério Público sobre a assinatura digital que poderia ter impedido os funcionários públicos e fornecedores de receber recursos. Lourenço havia optado pela assinatura de um decreto que lhe permitia utilizar o token do prefeito licenciado e este convalidaria todos os atos assinados pelo perfeito interino quando reassumisse a prefeitura.

Diante do impasse, houve até a possibilidade de Valdomiro ter que interromper sua licença e reassumir a sua função para que os funcionários pudessem receber. Mas em tempo diminuto o token do prefeito interino foi liberado pelo Banco do Brasil.

“Deus tem sido generoso comigo. Poderia ter demorado 20 dias e conseguimos em dois e todo mundo recebeu. Quem fez a denúncia não conseguiu nos atingir”,disse Lourenço.

O prefeito interino reforçou que acredita que a denúncia tenha motivação política e quando perguntado sobre antigas parcerias com o PT e parte do MDB – hoje oposição à administração municipal – e se havia ficado magoado, sentenciou:

“Me machucou bastante”.

Paulão enumera conquistas e declara sobre deputado Vânder: “Deu a palavra, tem que honrar”

Paulão (como é muito conhecido) citou várias conquistas. A mais impactante é a Praça do Itaipu, que ficaria sobre a galeria instalada no bairro, gerando também infraestrutura para os moradores, como a pavimentação asfáltica. A obra foi levada ao Governo do Estado e pactuada como um ‘presente’ pelo mandato interino de Paulo, no valor de cerca de R$ 2 milhões.

Este projeto foi anunciado em setembro de 2017, quando o deputado federal Vânder Loubet (PT) visitou Mundo Novo e prometeu uma emenda para revitalizar a galeria do bairro com uma praça, no valor de R$ 1,5 milhão.

A emenda nunca foi concretizada.

“Não sei se é porque teve o rompimento que a gente teve com o PT que esta emenda não chegou. Eu sou muito sistemático nesta parte. Você não é obrigado a dar a sua palavra, mas quando você dá você tem que honrar o compromisso. Ele deu a palavra, não só pra mim, mas pra população de Mundo Novo”,

completou anunciando que continua correligionário da deputada estadual Mara Caseiro, mas que para federal trocou Vânder por Beto Pereira (PSDB).

Dentre as conquistas, segundo Paulo, fruto de pedidos de vereadores e trabalho da administração, mais de R$ 4 milhões foram citados:

R$ 2 milhões – Praça do Itaipu (Governo do Estado);

R$ 750.000,00 – ponte na Estrada Santo Garcia (Ministério da Agricultura)

R$ 500 mil – custeio para a Saúde (emenda deputada Rose Modesto – Governo Federal) ;

R$ 500 mil – investimento em Infraestrutura (emenda deputado Beto Pereira – Governo Federal);

R$ 430 mil – UTI Móvel (Governo Estadual).

 

Confira entrevista completa aqui https://youtu.be/3soz-r31ulw

Texto – Jandaia Caetano

Edição – Laisa Brischiliari

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui