Paulo Sérgio, goleiro do Naviraiense, fala sobre jogar pela 1ª vez em MS

0
Goleiro chega para ser uma das lideranças na retomada do Naviraiense. Foto: divulgação.

Após quatro anos licenciado do futebol, o Naviraiense está de volta às competições oficiais e disputará uma vaga na elite sul-mato-grossense, a partir do dia 08 de dezembro. O experiente goleiro Paulo Sérgio, oriundo da base do Internacional, que defendeu também clubes como Joinville-SC, Operário Ferroviário-PR, Caxias-RS, entre outros, foi contratado para contribuir neste processo de retomada, como uma das lideranças dentro de campo.

O arqueiro falou sobre a pré-temporada para a curta competição e a expectativa de quem pela primeira vez atua no estado. “A pré-temporada foi e está terminando com treinos exaustivos, dando ênfase na preparação física, para que possamos chegar na estreia 100% focado. O planejamento foi muito bem feito e tenho certeza de que colheremos os frutos deste trabalho”.

“Praticamente só eu não havia jogado aqui no Estado, fiz amistosos, mas não defendi clube aqui. Então é aprender com quem aqui está e somar com o que tenho de bagagem para buscarmos passo a passo nosso objetivo. Depois do primeiro jogo a gente vai sentir como funciona. Mas estamos bem amparados aqui pela diretoria, fui bem recebido na cidade, nossa comissão é experiente e não à toa tem conquistas importantes no Mato Grosso do Sul”, afirma Paulo Sérgio.

Paulo Sérgio está pronto para estrear no futebol sul-mato-grossense. Foto: divulgação.

A estreia do Naviraiense será dia 12, diante do Pontaporanense, fora de casa, às 15h, no Aral Moreira. Serão 18 dias de competição. Um jogo a cada três dias.

“Tenho a melhor das expectativas e quero, ao lado de todo o grupo, conquistar o objetivo. É uma competição curta. Em menos de 20 dias faremos os seis jogos. Então se vacilar, o adversário atropela. Concentração é a tônica para termos merecimento. Focar jogo a jogo, sabendo que não podemos errar para conquistarmos o acesso”, finaliza.

 

 

Fonte: SemRetranca.com

Artigo anteriorOrgulho e preconceito: As tias do zap, por Percival Puggina
Próximo artigoSão Paulo acerta venda de goleiro Jean ao Cerro Porteño, do Paraguai

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui