Comércio irá receber R$ 584 milhões durante as festas de fim de ano, diz pesquisa do IPF MS e Sebrae MS

0
Pesquisa de intenção de compras para o período de fim de ano aponta que o comércio de Mato Grosso do Sul vai receber R$ 583,82 milhões em compras para presentes e comemoração. A pesquisa foi realizada pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio MS (IPF MS) e Sebrae MS. O valor é 26% menor do que o registrado no ano passado.
“Em 2021, a tendência para comemorações está menor que 2020, o que já nos acende um alerta para o segmento de supermercados e restaurantes que podem ter um cenário diferente do ano passado, quando a movimentação financeira para festas de fim de ano era mais positiva”, comenta o presidente do Sistema Comércio MS, Edison Araújo. Segundo a pesquisa, em compras, os entrevistados afirmam que vão gastar R$ 190,08 mi (10,14% a mais que ano passado), mas com as festas de Natal e de fim de ano, serão usados R$ 194,36 mi e R$ 199,38 mi (-29,55% e -30,69%), respectivamente.
Presentes – O gasto médio com presente será de R$ 281,86, sendo que 86,10% afirmam que vão até as lojas. “O lojista precisa atrair a clientela, se destacar nesse momento com uma vitrine charmosa, atrativa e um rol de produtos que atendam todo tipo de consumidores. A presença digital também é importante, com um trabalho prévio de divulgação; já mostrando o que tem de novidade e os preços de sua loja. Uma dica importante é deixar sugestões de presentes prontos, alguns ‘combos’ que podem ser oferecidos para quem busca sugestões”, afirma a analista técnica do Sebrae MS, Vanessa Schmidt.
Ainda segundo a analista do Sebrae MS, os consumidores estão mais cautelosos, dimensionando onde e como vão investir esse dinheiro. “Por isso, os lojistas que forem mais competitivos nos preços, ofertarem mais descontos nas vendas à vista podem ganhar um fôlego extra neste fim de ano”, diz.
Os entrevistados afirmam ainda que vão comprar roupas, calçados e acessórios (53,60%), brinquedos (31,80%) e móveis/eletrodomésticos (2,08%). “Esse cliente estará em busca de descontos, pois a tendência é de pagar à vista (37,70%), e estará muito seletivo quanto ao preço (20,20%). Por isso, ter várias opções de faixas de preço pode ser uma alternativa para os lojistas, que já deve tentar cativar o cliente para ele voltar no próximo ano”, aponta a economista do IPF MS, Regiane Dedé de Oliveira.
Comemorações – Nas festas de fim de ano, os consumidores pretendem gastar, em média, R$ R$ 218,43 e 50% afirmam que vão passar a data em casa, e 43,70% vão preparar a alimentação em casa.
13º salário – A pesquisa levantou ainda que 44,90% dos entrevistados vão receber o 13º salário, sendo que 22,70% pretendem guardar o recurso; 18,20% vão usar para pagar contas a vencer, e 17,50% para pagar as contas em atraso. “Esses indicadores são importantes para a economia, pois mostram que 35,7% das pessoas querem organizar a vida financeira e, possivelmente, são pessoas que entram 2022 com crédito”, afirma Regiane Dedé de Oliveira.
A pesquisa foi realizada entre os dias 22 de outubro e 18 de novembro nas cidades de Campo Grande, Coxim, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ladário, Ponta Porã e Bonito.
Confira a pesquisa na íntegra, em anexo.

        

        infinitocomunica@gmail.com

        Neusa Pavão MTB 035
            (67) 99266-0697
            (67) 3029-1383
            Fernanda Mathias MTB 041
            (67) 9-91118661  
            Marineiva Rodrigues MTB 114
            (67) 9-9204-4640  
 
       
Artigo anteriorFugir do local do acidente é crime, mesmo quando não há vítimas
Próximo artigoGoverno do Estado forma 152 novos cabos do Corpo de Bombeiros Militar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui