Bragantino e América-MG empatam no Nabi e perdem chance de subir na tabela

0

Coelho neutraliza posse de bola do Massa Bruta, abre o placar com Bauermann, mas Artur empata em lance individual no reencontro com torcida depois do vice na Sul-americana

  • Tudo igual

    Bragantino e América-MG ficaram no empate por 1 a 1, na noite deste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, pela 36ª rodada do Brasileirão. Eduardo Bauermann marcou para o Coelho, enquanto Artur fez o do Massa Bruta, na primeira partida depois da derrota na final da Copa Sul-americana. O resultado frustra as pretensões das duas equipes em busca de seus objetivos pensando na Libertadores. Enquanto o Massa Bruta perde a chance de voltar ao G-4, na caça de um lugar direto na fase de grupos, o Coelho segue mais longe do que gostaria da zona da pré-Libertadores.

  • Gols só no segundo tempo

    Depois de um primeiro tempo mais amarrado, a rede balançou na segunda parte do jogo, que teve mais chances criadas de gol. O zagueiro Eduardo Bauermann fez seu primeiro gol na temporada pelo Coelho. O gol do Massa Bruta foi de Artur, principal peça no setor ofensivo do time da casa. Foi seu nono no campeonato. Ele é o vice artilheiro do time no Brasileirão, atrás apenas de Ytalo, que tem 11 gols.

  • Como fica?
    Praxedes e Lucas Kal duelam em Bragantino e América-MG

    Praxedes e Lucas Kal duelam em Bragantino e América-MG (Foto: Ari Ferreira/ Red Bull Bragantino)

    Faltando três jogos para o fim do Brasileiro, o Bragantino foi a 53 pontos, na quinta colocação. Nos últimos sete jogos do campeonato, o time venceu um. O América-MG chegou ao terceiro jogo seguido sem vitória no Brasileirão e fica na 10ª posição com 46 pontos.

  • Público e renda

    A promoção de ingressos a partir de R$5 não animou o torcedor do Bragantino na primeira partida depois do vice na Copa Sul-americana. O público nas arquibancadas do Nabizão foi de 2.673 pessoas. A renda foi de R$62.575.

  • Primeiro tempo

    Quem esperava o Bragantino comandando as ações, desde o início, com sua tradicional posse de bola, viu um jogo diferente. O América-MG começou melhor, impondo-se desde os primeiros minutos, com mais intensidade, criando chances no campo de ataque com o trio Felipe Azevedo, Zárate e Ademir. Pressionado na marcação alta do Coelho, sem conseguir iniciar as jogadas com troca de passes, o Braga investia nas bolas longas para tentar aproveitar a defesa adiantada, mas não teve sucesso. A primeira parte foi de um jogo truncado.

  • Segundo tempo

    Os times voltaram mais soltos do intervalo. Logo aos três minutos, Praxedes tirou tinta da trave, depois de uma jogada de Artur. Mas quem abriu o placar foi o América. Após cobrança de escanteio de Ademir, Eduardo Bauermann subiu na primeira trave e cabeceou sem chances para Cleiton. O Coelho não mudou a maneira de jogar em vantagem no placar e seguiu tentando controlar a partida. Mas, aí, apareceu Artur. Principal destaque da temporada do clube, ele empatou a partida em um chute rasteiro, de fora da área, após receber passe de Praxedes. O camisa 7 continuou chamando a responsabilidade em lances individuais, mas o ritmo da partida caiu na parte final, terminando em empate no Nabizão.

    Fonte: Globo Esporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui