Desembargador Nery Sá e Silva Azambuja morre aos 62 anos

0
Desembargador Nery Sá e Silva Azambuja morre aos 62 anos. - Divulgação/TRT

Renal crônico, Nery estava afastado do trabalho desde agosto para tratar da saúde

O Desembargador da Justiça do Trabalho Nery Sá e Silva Azambuja faleceu, aos 62 anos, neste sábado (27). As causas da morte do magistrado ainda não foram divulgadas. Renal crônico, Nery estava afastado do trabalho desde o último mês de agosto para tratar da saúde.

Nery era professor titular da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) desde 1984. Foi professor assistente da PUC/SP, ministrando a disciplina de Direito Processual Civil no bacharelado e na especialização. Igualmente, foi professor titular da Escola Superior da Magistratura e da Escola Superior do Ministério Público em Mato Grosso do Sul.

Foi eleito vice-presidente da OAB/MS, na gestão de 1995/1997, sendo fundador da Escola Superior da Advocacia de Mato Grosso do Sul. Foi membro integrante da banca examinadora do concurso público para ingresso na Magistratura Trabalhista do TRT da 24ª Região, desde a criação do Tribunal, em 1993, até o ano de 1998.

De dezembro de 2005 a fevereiro de 2012, integrou os quadros da Procuradoria Federal de Mato Grosso do Sul, atuando como Procurador Federal nas mais diversas áreas do direito, com grande destaque na área trabalhista. Em 13 de fevereiro de 2012, tomou posse como Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região, tendo assumido o cargo de Vice-Presidente no dia 4 de dezembro do mesmo ano. Em 5 de dezembro de 2014, tomou posse no cargo de Presidente do Egrégio TRT da 24ª Região, para o biênio 2015/2016, que findou no dia 31 de dezembro de 2016.

Em nota, o Presidente da OAB/MS, Mansour Elias Karmouche, lamentou profundamente o passamento do colega, que é irmão do Conselheiro Estadual Walfrido Ferreira de Azambuja Junior. “Uma pessoa que lutou a vida inteira pela sobrevivência, dignidade profissional e pela sua classe. Alçado ao cargo de Desembargador pelo Quinto Constitucional, no qual permaneceu até seus últimos dias, mas jamais, em momento algum, esqueceu das suas origens. Uma pessoa que sempre trilhou caminhos de honestidade, humildade e fraternidade. Deixará um vácuo muito grande de sua existência neste mundo terreno”.

Fonte: Mídia Max

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui