Dia 2 de agosto, a data com retorno total de atividades e do “novo normal” de MS Servidores do Judiciário, Legislativo, do Estado e rede estadual de ensino completam retorno presencial

0

Mato Grosso do Sul já tem data para experimentar o “novo normal”, expressão imposta pela pandemia, na maior escala desde a chegada da covid.

Na próxima segunda-feira (dia 2), voltam ao sistema presencial os alunos da rede estadual e os servidores já vacinados do governo, da prefeitura de Campo Grande, da Câmara Municipal da Capital e do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

O Estado lidera o ranking nacional da vacinação, contudo, essa nova etapa não dispensa medidas de biossegurança. Portanto, prossegue a exigência de uso de máscaras e higienização com álcool em gel.

A maioria dos alunos volta sem vacina, pois a prioridade da campanha é imunizar pessoas acima de 18 anos. Contudo, as regras de ocupação das salas de aulas serão conforme a bandeira do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia).

No município classificado na bandeira cinza (risco extremo), serão permitidos nove alunos por sala (cota presencial de 30%). Na cidade que tiver bandeira vermelha (risco alto), a cota presencial é de 50% (15 estudantes em sala).

Na cor laranja (risco médio), serão 21 estudantes em sala (cota presencial de 70%). A cor amarela indica grau tolerável, com 90% de cota presencial (27 estudantes por sala). Por fim, bandeira verde, indicativa de risco baixo, permite ocupação de 100% (30 alunos por sala).

Prosseguir classifica grau de risco para a covid e tem regras especiais nesta volta às aulas.
O Prosseguir válido até 11 de agosto mostra o Estado tingido nas cores vermelha (38 municípios), laranja (31 cidades) e amarelo (10 municípios). Campo Grande, por exemplo, tem bandeira vermelha, portanto a cota de alunos presenciais na rede estadual é de 50%. Mesma classificação das maiores cidades do interior: Dourados, Três Lagoas, Corumbá e Ponta Porã.

Classificados na cor amarela, dez cidades terão 90% da cota presencial de alunos nesta nova volta às aulas: Rochedo, Santa Rita do Pardo, Douradina, Anaurilândia, Taquarussu, Novo Horizonte do Sul, Glória de Dourados, Itaquiraí, Tacuru e Jateí.

Servidores estaduais vacinados retomam trabalho presencial no dia 2. (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)
Servidores públicos – Decreto do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) determina a volta em 2 de agosto dos servidores que receberam a última ou a dose única da vacina contra a covid-19 há mais de 15 dias. Os que optaram em não tomar o imunizante, também voltam e devem apresentar termo de responsabilidade ao recurso humanos.

A maior parte dos servidores da prefeitura de Campo Grande retoma o regime de trabalho normal a partir de segunda-feira. Quem se recusou a tomar qualquer um dos imunizantes também têm de voltar ao trabalho presencial.

Funcionários públicos municipais que possuem doenças cardiovasculares e/ou pulmonares, imunodeficiências, transplantados, maiores de 60 anos, gestantes, lactantes com bebê de até seis meses e quem estiver com sintomas da covid permanecerão no regime de teletrabalho.

Prefeitura de Campo Grande também entra no “novo normal” na segunda-feira. (Foto: Marcos Maluf)
O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul foi mais um órgão público a marcar para 2 de agosto o retorno ao trabalho presencial dos servidores vacinados contra a covid-19.

Os funcionários que estiverem em teletrabalho e receberam dose única ou a última dose da vacina para o coronavírus há mais de 15 dias deverão comparecer ao local de trabalho.

Segundo portaria assinada pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Eduardo Contar, Mato Grosso do Sul é um dos locais com maior sucesso na vacinação da população.

Funcionários da Câmara Municipal de Campo Grande retornam ao trabalho no dia 2 de agosto, com expediente das 7h às 18h. A volta do “quantitativo integral de servidores e estagiários” com ciclo vacinal completo foi publicada sexta-feira no Diário Oficial.

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui