Em visita a Dourados, candidata à presidência da OAB/MS se posiciona contra fechamento da Vara da Infância do Município e dialoga com advogados

0

Rachel Magrini destacou os impactos da decisão em conversa com advogados, e conversou sobre a renovação da Ordem no MS

O fechamento da Vara da Infância e Adolescência em Dourados (MS), anunciado no último mês de junho, é motivo de preocupação, devido a importância da entidade jurídica para a sociedade.

Douradense, advogada e pré-candidata à presidência da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso do Sul), Rachel Magrini esteve no município na última sexta-feira (16), onde conversou com advogados da cidade sobre os impactos da resolução para o município.

“É um grande retrocesso na luta pelos direitos e proteção da criança e dos jovens, o encerramento das atividades de um braço fundamental do Direito nesta luta. Além da relevância jurídica da entidade, vou acompanhar de perto e procurar auxiliar no que for preciso para que isto não ocorra, pois, minha mãe foi promotora na Vara da Infância de Dourados, acreditava neste trabalho e se dedicou a ele com afinco”, explica Rachel, que é filha da promotora Sebastiana Célia de Paula Magrini, falecida em 2007.

À época da divulgação no Diário da Justiça de 22 de junho de 2021, a desinstalação da Vara, de acordo com Resolução 249 do TJ (Tribunal de Justiça) ocorreu diante da necessidade de reorganizar e racionalizar os serviços judiciários.

“A reorganização dos serviços judiciários pode ocorrem por outros caminhos, não retirando da segunda cidade mais populosa de Mato Grosso do Sul, uma das principais entidades de apoio e proteção à criança e ao adolescente. Em conversa com colegas do Judiciário na cidade e de municípios vizinhos, fica clara a indignação diante de tal decisão, que precisa ser revista devido seus impactos negativos para toda a sociedade”, argumenta a Advogada.

Apoio – Durante sua visita a Dourados, Rachel Magrini se reuniu com advogados de diversos escritórios, onde conquistou apoio massivo dos colegas para sua pré-candidatura à presidência da Ordem.

Destacando a renovação, transparência e mais acesso aos jovens advogados, além de um olhar diferenciado às advogadas, Rachel reforça que está preparada para promover mudanças significativas e positivas à frente da Seccional da OAB MS.

Em Dourados, Rachel conta com apoios significativos, como do atual Presidente da 4ª Subseção e Coordenador do Colégio de Presidentes da OAB MS, Dr. Alexandre Mantovani e do Conselheiro Federal Wander Medeiros. Sua pré-candidatura está alinhada com a do também pré-candidato à presidência daquela Subseção, Dr. Beto Teixeira, que já foi vice-presidente da Associação dos Novos Advogados de Dourados e é o atual Secretário-Geral da OAB Dourados e Itaporã.

“A necessidade de renovação aparece em todas as conversas. Percebo que os advogados estão ansiosos por uma nova ordem e com isso, fui acolhida com muito carinho e entusiasmo na cidade que tanto amo”, finaliza Rachel.

Sobre a candidata – Rachel de Paula Magrini Sanches é advogada desde 2001 e com escritório em Campo Grande, atua nas áreas do Direito Administrativo, Empresarial, Familiar e Agronegócio. Filha da promotora Sebastiana Célia de Paula Magrini e do advogado Atílio Magrini Neto, é casada com o também advogado Coraldino Sanches Filho e mãe de dois filhos.

Já atuou como Secretária Geral da OAB-MS (2010/2012), diretora-presidente da Escola Superior de Advocacia – ESA/MS (2013) e membro da Comissão de Estudos do Projeto CPC da OAB/MS, membro da CEPEJUS – Centro de Pesquisas e Estudos Jurídicos de Mato Grosso do Sul.

Atualmente é presidente da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica – MS e membro da Fèderation Internationale des Femmes des Carrières Juridiques, além de pós-graduada em Direito Civil e Processual Civil e MBA em Direito Empresarial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui