Acusado de matar travesti estrangulada em MS vai pagar R$ 30 mil para os pais da vítima

0
Marcinha foi assassinada com golpe de mata-leão - (Arquivo Pessoal)

Foi publicada sentença condenatória de Matheus da Silva Oliveira, de 21 anos, pelo homicídio da travesti Marcinha Rodrigues, de 29 anos. O crime aconteceu em dezembro de 2018, quando o rapaz deu um mata-leão e matou a vítima estrangulada em Camapuã, cidade distante 135 quilômetros de Campo Grande.

Conforme denunciado na época dos fatos, autor e vítima bebiam juntos em um bar da cidade, momento em que teve início uma discussão. Durante a briga, Matheus deu um mata-leão em Marcinha, que acabou morrendo estrangulada.

Após o crime, o autor ainda arrastou o corpo da vítima até um terreno. Com a descoberta do crime, o rapaz acabou confessando a autoria e foi preso na época. A decisão do juiz Fábio Henrique Calazans é de condenar Matheus a 12 anos de prisão em regime inicial fechado.

Além disso, ele deverá pagar indenização por danos morais aos pais de Marcinha. O valor fixado foi de R$ 15 mil para cada um.

 

 

 

Fonte: MidiaMax

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui