Serial Killer: Buscas por Lázaro Barbosa seguem no décimo dia

0
Divulgação/PCDF

Buscas contam com mais 400 agentes de segurança

Polícia entrou nesta sexta-feira (18) no 10º dia de buscas por Lázaro Barbosa Sousa, 32 anos, conhecido como o ‘Serial Killer de Brasília’  principal suspeito de assassinar uma família, em Ceilândia Norte.

Na quarta-feira (17) duas pessoas disseram ter visto o autor, no povoado de Cocalzinho (GO). O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Rocha Miranda, afirmou que “nosso cão farejou ele. Possivelmente, ele (Lázaro) está ferido. Achamos um pano ensanguentado. Ele pode ter ferimentos graves”, detalhou Rodney. Mesmo assim, Lázaro escapou. “Ele tentou acertar os cachorros. Entrou em uma vala, e os policiais perderam o rastro dele ali. Ele está na região. Vamos esperar. Colocamos algumas equipes com visão noturna. Ele é perigosíssimo e está armado”, alertou.

Uma das hipóteses investigadas era de que Lázaro tivesse passado a noite em uma área de vale, entre quarta-feira e ontem, em frente à base das equipes. Diante da dificuldade para encontrar o fugitivo, o ministro da Justiça, Anderson Torres, ofereceu apoio ao secretário de Segurança Pública de Goiás, conforme o Correio Braziliense. No entanto, enquanto foge, Lázaro tem conseguido se munir com itens das chácaras que invade. Em uma delas, roubou armas, balas e feriu pessoas a tiros.

Entenda o caso

Lázaro Barbosa, 32 anos, acusado de um chacina no Distrito Federal, segue sendo procurado. A força-tarefa montada por policiais de Goiás e do Distrito Federal procura o suspeito dentro de rios e em matas.

Após cometer o crime contra a família no DF, o suspeito deu início à fuga, na sexta-feira (11), ele roubou um veículo e fugiu para Cocalzinho de Goiás. Depois colocou fogo no carro. No sábado (12), invadiu uma fazenda, atirou em quatro pessoas e colocou fogo em uma casa. Nesta ocasião, fez um caseiro refém, usou e obrigou a vítima a usar drogas. Já no domingo (13), o suspeito furtou um carro para fugir da polícia, foi visto na BR-070 e acabou abandonando o veículo. A corporação acredita que ele tentava retornar ao DF. Nesta segunda-feira (14), ele foi filmado por câmeras de monitoramento e teria dormido em um galpão de uma chácara. Pediu comida aos moradores, mas fugiu.

Lázaro conhece bem a região e , por ser caçador, se esconde com facilidade, conforme o porta-voz da polícia do DF, Michello Bueno.

 

 

Fonte: CapitalNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui