Paulo Corrêa pede prioridade de vacinação a jornalistas e trabalhadores de atacadistas

0
Foto: Wagner Guimarães

O deputado Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), apresentou requerimentos para que o Poder Executivo inclua os jornalistas e os profissionais que atuam nos supermercados e atacadistas na prioridade de vacinação contra a Covid-19.

“Analisei bastante para fazer essa indicação, pelo respeito que a Casa tem, esperando que já vacinaram 35% da população, mas quero pleitear aos profissionais da imprensa a inclusão na vacinação. Em qualquer lugar que a gente vá tem um(a) jornalista lá. Assim como os trabalhadores de atacadistas e supermercadistas, que merecem esse tratamento diferenciado pelo envolvimento com o público diariamente. São heróis que de repente ficam esquecidos, mas estão lá. Vemos sobra de vacina, então temos que cuidar de quem tá na linha de frente”, argumentou o presidente.

Os pleitos ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e secretário de Saúde Geraldo Resende foram também assinados por outros deputados que elogiaram a iniciativa durante sessão desta quarta-feira (16). Coronel David (Sem partido), disse ser plausível nesse momento. Pedro Kemp (PT) relembrou que são seguimentos que não pararam em nenhum momento. “Também peço a vacinação aos servidores públicos que atendem ao público. Dois já faleceram na Funtrab”, disse o petista.

Herculano Borges (Solidariedade) concordou que os supermercados não deixaram de trabalhar. “Inclusive no início da pandemia, com o medo da falta de produtos, ficaram lotados e eles ali atendendo as pessoas. Aos profissionais da imprensa, igualmente, no dia a dia ali junto à classe política então, estão em todos os lugares”, relembrou.

Barbosinha (DEM) também pediu para somar assinatura. “Além disso queria também avaliar vacina aos frentistas. Eles abastecem mais de 200 carros por dia. Convivem em proximidade e serem imunizados é um reconhecimento, assim como à imprensa”. Eduardo Rocha (MDB) complementou. “Eles estão há 1 ano e meio de pandemia sem parar um dia sequer. Vai ser importante entrar na lista de vacinação urgente. Concordo também aos frentistas”.

O deputado Amarildo Cruz (PT) relembrou que a vacinação tem que seguir critérios justos. “Quando apresentamos essa indicação, obviamente estamos priorizando aqueles que têm contato direto com o público todos os dias. Vamos transformar em uma única indicação, pedi também a vacinação dos comerciários e técnicos de TI”, ressaltou. Lidio Lopes (PATRI) relembrou que há o Projeto de Lei 158/2021, de sua autoria em tramitação para vacinar a imprensa com prioridade. “Assim como os supermercados, eles estão ali no front”, destacou.

 

 

Por: Fernanda Kintschner

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui