Câmara de Vereadores empossa Fábio Florença na prefeitura de Miranda

0
Fábio Florença (PDT) toma posse em Miranda

A Câmara de Vereadores de Miranda empossa nesta segunda-feira (3) Fábio Florença (PDT) no cargo de prefeito da cidade.

Ele, que já estava à frente da prefeitura interinamente, assume o cargo em definitivo após a triste notícia da morte do titular Edson Moraes, de 60 anos, ocorrida no último sábado (1) por complicações da Covid-19 (novo coronavírus).

De acordo com o portal de notícias Bonito Mais, a sessão solene de posse será fechada ao público, respeitando as restrições sanitárias em virtude da pandemia.

A Câmara de Miranda deve seguir o decreto municipal nº 2945, assinado por Fábio Florença em 1º de maio, que determina luto oficial de cinco dias e, em consequência, ponto facultativo nas repartições públicas municipais no período de 03 a 05 de maio em decorrência da morte do prefeito.

Nota de pesar  

A morte de Edson Moraes, de 60 anos, abalou a classe política e a população de Miranda.

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), prefeito de Nioaque, Valdir Júnior, divulgou “nota de pesar’ no site oficial da entidade.

“Em nome dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, a diretoria da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) recebe com tristeza a notícia sobre o falecimento do prefeito de Miranda, Edson Moraes, em decorrência de complicações do coronavírus. Externamos nossas sinceras condolências a toda família e amigos do nosso prefeito, amigo e irmão pela terrível perda ocorrida neste sábado. Edson Moraes deixa uma grande lacuna na vida pública do Estado, além de um grande legado”, destacou a nota.

Edson Moraes (esq) expõe folder da campanha de Valdir Júnior (dir)

Valdir Júnior também se manifestou nas redes sociais. “Essa doença é terrível, grande companheiro e amigo”, escreveu o líder municipalista, ao publicar uma foto junto com Edson Moraes segurando um folder de sua campanha à presidência da Assomasul.

Entristecidos com a notícia, vários prefeitos se manifestaram no grupo de WhatsApp e enviaram condolências à família enlutada.

Edson Moraes estava internado desde o começo de março deste ano no hospital El Kadri e chegou a ficar intubado.

Ele havia assumido a prefeitura de Miranda pela primeira vez em 2019 para um mandato “tampão” depois que a chapa da titular, Marlene Bossay, foi cassada. Então, como presidente da Câmara na época, assumiu o a prefeitura.

Em 2020, foi eleito com 82% dos votos válidos.

 

 

Texto: Assomasul/ValdirJúnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui