Em Eldorado, Polícia Militar prende casal por golpe do seguro

0

Na manhã de segunda-feira (19/04), por volta das 11h, policiais militares lotados no 2º Pelotão de Polícia Militar de Eldorado, durante policiamento preventivo e ostensivo pelas ruas do centro da cidade, avistaram um veículo tipo táxi, com placas de Paranhos/MS, em fundada suspeita.

O veículo estava deixando o estacionamento do Terminal Rodoviário da cidade e no mesmo momento, um casal, o qual demonstrou desconforto com a presença policial, foi avistado e abordado.

Foi realizada a abordagem padrão, sendo identificados como um homem de 28 (vinte e oito) anos e uma mulher de 28 (vinte e oito) anos. Durante a abordagem, ambos demonstraram nervosismo demasiado e apresentaram versões desencontradas para a viagem. Relataram que haviam saído da cidade de Ortigueira/PR no dia anterior (18/04), mas não souberam dizer o motivo da viagem.

Em busca pessoal, foi encontrado com o homem diversos tickets de abastecimento, bem como de despesas de viagem, indicando que o mesmo teria adentrado o Estado com algum veículo.

Ante a fundada suspeita, a guarnição fez contato com a Polícia Civil da cidade de Ortigueira/PR, onde foram informados pelo Agente de plantão, de que uma pessoa havia registrado um boletim de ocorrência referente ao furto de um veículo Honda/Civic.

Ao serem confrontados e questionados sobre os fatos, o casal confessou que conduziu o referido veículo da cidade de Ortigueira/PR até a cidade de Paranhos/MS, alegaram que tratava-se de um crime popularmente conhecido como “golpe do seguro”, e informaram que receberiam pela empreitada.

Em continuidade da entrevista, ambos relataram que foram contratados por um homem, sendo que a pessoa que registrou o B.O. de furto, suposto proprietário do veículo Honda/Civic, tinha plena ciência da empreitada criminosa, esperou o casal chegar até a cidade de Paranhos/MS para registrar o fictício furto do veículo, inclusive, entregou a chave do veículo ao casal.

O casal autorizou acesso ao aparelho de celular, onde foi possível observar que toda a empreitada criminosa fora realizada através de aplicativo WhatsApp, tendo inclusive áudios do suposto proprietário do veículo dizendo que registrou boletim de ocorrência e que divulgou o ocorrido nas redes sociais, com a finalidade de dar aparente veracidade ao episódio.

Dessa forma, o casal foi preso pela guarnição policial militar e o fato foi comunicado à Polícia Civil de Ortigueira/PR, para que todas as medidas necessárias sejam tomadas.

 

Assessoria de Comunicação Social – CPA/1 – 12º BPM.

Publicado por: Karina Dalliane de Souza Faustino

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui