Com 770 casos novos e 37 mortes, MS soma 4,9 mil óbitos por coronavírus

0
Ilustrativa/Marcos Morandi

Mato Grosso do Sul já soma 230.189 casos confirmados de Covid-19, com 770 novos registros nesta segunda-feira (12). Foram registradas mais 37 mortes, conforme boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Com os novos óbitos, o total de vítimas fatais em MS chega a 4.907 mortes desde o início da pandemia. As mortes foram registradas em Campo Grande (19), Dourados (6), Três Lagoas (6), Paranaíba (2), Chapadão do Sul (1), Itaporã (1), Nova Alvorada do Sul (1), São Gabriel do Oeste (1).

O secretário Geraldo Resende chamou a atenção para os dados, que trazem números menores do que a média em Mato Grosso do Sul. Ele explica que os dados não representam a realidade da doença no Estado, já que muitas equipes nos municípios costumam utilizar o fim de semana para mutirões de imunização ou estão de folga.

A SES também destacou que MS já contabiliza um total de 706.691 casos notificados, dos quais 468.740 foram descartados. Há 1.172 testes em análise no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) e 6.590 casos sem encerramento pelos municípios.

Os novos casos trazem Campo Grande à frente, com 381 novos casos, seguida por Três Lagoas (106), Dourados (51), Corumbá (27), Nova Alvorada do Sul (19), Aquidauana (14), Bonito (13), Costa Rica (11), Coxim (11), entre outros.

A circulação de pessoas continua intensa em Mato Grosso do Sul. A taxa de contágio aumentou e chegou a 1,11. O dado aponta que cada 100 infectados transmite o vírus para 111 pessoas.

Internações em MS

De 230.189 casos confirmados em MS, 221.612 pacientes se recuperaram. Em relação às internações, MS tem 1.246 pacientes internados. Destes, 709 estão em leitos clínicos (481 públicos e 228 privados) e 537 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 393 estão em leitos públicos e 144 em privados.

A taxa de ocupação de leitos de UTI públicos global nas 4 macrorregiões de MS é de: 105% em Campo Grande, 90% em Dourados, 90% em Três Lagoas e 100% em Corumbá.  O excedente da capacidade, no caso de lotação acima de 100%, representa pacientes em leitos COVID-19 ainda não habilitados pelo SUS, mantidos pelas secretarias municipais e estadual de saúde.

O Estado ainda tem 127 pacientes na fila,  à espera por leitos clínicos e de UTI. Conforme dados da SES, a Central de Regulação de Campo Grande tem 74 pacientes na fila. Já Dourados tem 23 pacientes na fila e a Central de Regulação do Estado tem 30 pacientes esperando leitos.

 

 

Fonte: MidiaMax

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui