Com 2 variantes circulando em MS, Estado confirma 37 óbitos nesta 2ª

0
Profissional de saúde coleta sangue para realizar teste de covid-19 em paciente (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Boletim epidemiológico traz 37 mortes e 770 infectados por covid-19 em Mato Grosso do Sul, registrados nesta segunda-feira (12). Quase um terço dessas vítimas fatais tinham menos de 60 anos.

Durante coletiva, a secretária-adjunta em Saúde, Crhstinne Maymone, ressaltou a presença de duas variantes do coronavírus no Estado – a P1 e P2 – que têm feito mais pacientes, de faixas etárias mais jovens, morrerem pelo coronavírus.

“[Há] comprovação de duas variantes em Mato Grosso do Sul, a P1 e P2. O Brasil já confirmou a P3 e há estudos sobre a P4. Todas as vezes que estivemos aqui, falamos baseado em evidências científicas”, ressaltou Maymone.

De acordo com o documento, a macrorregião de saúde de Campo Grande, que engloba 19 outros municípios, apresentou taxa de ocupação de 105% de suas UTI’s (Unidades de Terapia Intensiva).

Isso significa que todos os leitos vinculados ao SUS (Sistema Único de Saúde) estão ocupados, e que ainda há excedente de 5% de pessoas em leitos improvisados e inadequados, ou que ainda não foram mapeados oficialmente pelo Ministério da Saúde.

“Além dos leitos disponíveis para atendimento de pacientes para covid, estamos improvisando leitos em espaços como alas vermelhas, alas azuis ou centros cirúrgicos para atender a nossa gente”, explicou o titular da SES (Secretaria Estadual de Saúde), Geraldo Resende.

Com registros atualizados, Mato Grosso do Sul chega a 4.907 óbitos e 230,1 mil casos pelo coronavírus desde o início da pandemia. Atualmente, há mais de 1,2 mil pacientes internados em todo o território sul-mato-grossense.

 

Fonte: Campograndenews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui