Confira o que rolou na semana do Fala Sério no ‘Momento Cultural’

0

Jandaia Caetano –

O quadro Momento Cultural acontece durante a semana do programa Fala Sério, que é transmitido pelo facebook TV Sobrinho MS e youtube TV Sobrinho. O programa, que começa entre às 17h e 18h (horário MS) é disponibilizado pouco depois no site www.tvsobrinhoms.com.br na editoria Tv Sobrinho.

Veja indicação de três filmes e um livro:

Para Todos os Garotos que Já Amei 3 –

Para quem acompanhou os dois primeiros filmes da franquia, vale a pena conferir o terceiro. Ele é envolvente e tem um final interessante. Porém, como nem tudo são flores, o filme é ‘perfeitinho’ demais. A primeira hora é monótona, já que não há conflito. E sem conflito, não há história interessante.  Vale a pena para assistir o último file da franquia, mas é o pior dos três.

Cães de Guerra –

Baseados em fatos reais é um prato cheio para quem gosta de tramas deste gênero. Mostra como o sonho americano pode ser alcançado por brechas que o sistema oferta, nem sempre por métodos ortodoxos. Filme que nos faz entrar na história e refletir no final: “E se ele tivesse feito diferente”.

O Menino Que Descobriu o Vento –

Um drama daqueles. Mais um baseado em fatos reais. Bem, já deu pra perceber que o jornalista tem Netflix (os três são do catálogo da empresa) e que gosta de franquias e filmes baseados em fatos reais.

Lembrando que baseados em fatos reais não impede que o filme seja uma ficção. Mas faz parte para atenuar o drama real de tempos de seca e necessidades oriundas da África (e de tantas outras regiões do planeta). Um prêmio a uma história de sucesso de quem tem potencial e tem superação para por em prática.

Rita Lee, uma autobiografia

O livre da rainha do rock brasileiro vale muito a pena. Mostra a inteligência e honestidade da cantora. Inteligência pela própria redação e exposição da cultura de Rita (que fala vários idiomas). Honestidade pela missão inglória de relatar várias ‘trapalhadas’ de quem faz da filosofia do rock uma filosofia de vida.

Criticadas por alguns críticos por passagens polêmicas do livro, Rita Lee mostra que a veia roqueira permanece e conta as coisas como realmente foram, sem pormenores (claro, com o seu ponto de vista).

O mundo prefere os demagogos, que escolhem as palavras com cuidado para serem ‘politicamente corretos’. Não combina com Rita. O livro vale muito a pena.

Cantora fez questão de escrever a sua biografia

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui