Tiago Nunes faz “desconto”, mas Santos ainda não se anima e deixa técnico em stand by

0

A procura do Santos por um novo técnico é minuciosa, a ponto do clube não se empolgar com o “desconto” dado pelo estafe de Tiago Nunes nos últimos dias.

A pedida inicial do treinador era de R$ 600 mil com a sua comissão técnica, enquanto o Peixe paga R$ 470 mil para Cuca, os auxiliares Cuquinha e Eudes Pedro e o preparador físico Omar Feitosa.

Nesta semana, porém, Tiago sinalizou o “sim” para o valor do pacote Cuca ou até um pouco menos. E o Alvinegro ainda não respondeu ao ex-técnico do Corinthians.

Tiago Nunes é bem avaliado em um contexto geral, mas não é unanimidade. O principal receio tem a ver com seu relacionamento. No Timão, o profissional teve algumas rusgas com dirigentes e atletas. A preocupação é sair de Cuca, adorado pelo elenco, para alguém que não tenha a mesma gestão de pessoas.

Tiago não está descartado, mas o Santos prefere avaliar outras opções e adota cautela. A definição do substituto de Cuca não deve ocorrer nesta semana. O planejamento, porém, é escolher o comandante antes do clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, na Vila Belmiro.

Como a Gazeta Esportiva publicou, o Peixe sondou e descartou Hernán Crespo e conversa com Tiago Nunes. Outros vários técnicos do Brasil e do exterior são consultados ou oferecidos diariamente.

Entre eles está Ariel Holan, da Universidad Católica. O profissional de 60 anos quase foi contratado pelo Peixe antes do acerto com Jorge Sampaoli em dezembro de 2018 e tem o desejo de dirigir um clube no Brasil. A procura partiu do Alvinegro e animou o treinador.

Holan tem contrato até dezembro de 2021, mas assinou uma cláusula para reavaliação do trabalho ao término da atual temporada, com a possibilidade de saída para o exterior. A multa é de 100 mil dólares (R$ 536 mil). Em alta, a Católica pode conquistar o Campeonato Chileno se empatar com o Unión La Calera nesta quarta-feira. Se perder, ainda tem mais uma chance no sábado, diante da Universidad de Concepción.

Sebastián Beccacece, sem clube após passagem pelo Racing (ARG), também é avaliado. E a preocupação com o argentino de 40 anos e ex-auxiliar de Jorge Sampaoli também é o temperamento.

Holan e Beccacece ganhariam um pouco a mais que a comissão técnica de Cuca. O valor é considerável para quem vive crise financeira, mas pode ser “contornável” se o Santos escolher um deles.

O Peixe conta com a sua análise de desempenho para encontrar técnicos com o perfil desejado: moderno, futebol ofensivo e boa relação com as categorias de base. Alguns já foram ouvidos diretamente ou via empresário. A busca começou há mais de uma semana. E ainda durará dias. Uma nova reunião da diretoria ocorrerá nesta sexta-feira.

Cuca até o fim do Campeonato Brasileiro?

O Santos procura um novo técnico, mas quer Cuca até o fim do Campeonato Brasileiro. O Peixe tem quatro jogos para tentar vaga na próxima edição da Libertadores da América.

Como a Gazeta Esportiva antecipou, o Alvinegro soube da saída de Cuca e começou a buscar opções no mercado na semana passada. O clube, porém, espera tê-lo nessa transição. A não ser que o time não se classifique e a mudança possa ser antecipada.

Cuca gostaria de ajudar na transição e sair antes do fim do Brasileirão para descansar com a sua família, porém, não sairá sem o Santos fechar com o substituto.

O Santos sinalizou aumento salarial e descanso entre o fim do Brasileirão e o início do Paulistão, mas Cuca decidiu não renovar. Ele sabe das limitações financeiras e não quer correr o risco de ficar e ser cobrado por bons resultados durante a reformulação no clube. Ele entende que o Peixe foi além da expectativa diante de tantos problemas nos últimos meses e agora seria difícil dar um passo atrás e fazer o torcedor compreender a possível perda de competitividade.

O vice-campeonato da Libertadores para o Palmeiras abalou o técnico, que já pensava em sair antes mesmo da decisão. O Alvinegro perdeu Lucas Veríssimo e Diego Pituca e pode vender mais titulares.

O Santos é o 11º colocado, com 47 pontos, e tenta obter a vaga na próxima Libertadores. O Peixe enfrentará Coritiba, Corinthians e Fluminense (Vila Belmiro) e Bahia (Fonte Nova).

 

 

Fonte: Gazetaesportiva.net

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui