Em confronto direto contra o Z-4, Bahia e Goiás empatam e seguem ameaçados

0

Confiante após vencer o Atlético-MG no meio de semana, o Goiás começou melhor a partida e foi recompensado pela postura com um pênalti, marcado após revisão do VAR, que apontou toque de braço de Gregore dentro da área. Na cobrança, Fernandão, que deixou o Bahia em setembro do ano passado, cobrou no meio do gol, viu Anderson defender parcialmente, mas balançou as redes no rebote para fez valer a “lei do ex”. A desvantagem acordou o time baiano, que passou a ocupar o campo de ataque e chegou ao empate com Gilberto, em finalização quase na pequena área após uma bola mal cortada por David Duarte. Nos acréscimos, o centroavante tricolor voltou a ser decisivo ao descolar belo passe para Gabriel Novaes, que deixou a marcação no chão e virou o placar em favor do Bahia

O Goiás voltou do intervalo com Rafael Moura no time para aumentar o poder ofensivo. Mas o Esmeraldino sequer precisou da contribuição do atacante para chegar ao empate. Logo no início da segunda etapa, a bola foi cruzada na área do Bahia, Anderson falhou e Vinícius cabeceou para o gol vazio. O Tricolor tentou voltar a pressionar a defesa goiana, porém a situação ficou complicada com a expulsão de Daniel, que atingiu a sola da chuteira no braço de Rafael Moura. Com um a mais em campo, o Goiás ficou mais à vontade para atacar e desperdiçou chances com Miguel Ferreira e Ariel Cabral. Só que o Bahia não se deu por vencido e balançou as redes mais uma vez. Após chutão de Anderson, Alesson aproveitou vacilo da defesa do Goiás, ficou livre para driblar Marcelo Rangel e marcar o terceiro gol tricolor. O Esmeraldino seguiu na pressão e chegou ao empate nos acréscimos, novamente com Fernandão, dessa vez de cabeça.

Fonte: globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui