São Paulo aprova Miguel Ángel Ramírez, mas vê acerto verbal de técnico com Inter como entrave

0
Miguel Ángel Ramírez é nome aprovado no São Paulo, mas tem acerto verbal com o Internacional — Foto: Cristina Vega Rhor / AFP

São Paulo aprova o nome de Miguel Ángel Ramírez como novo técnico na vaga do demitido Fernando Diniz. O nome do treinador ex-Independiente Del Valle largaria na frente em uma disputa pelo cargo, mas o clube trabalha com a informação de que o espanhol está acertado no Internacional.

Em condições normais, Ramírez pularia um estágio à frente dos nomes que estão sendo observados. Isso porque ele havia sido analisado e aprovado durante a campanha eleitoral pela chapa de Julio Casares, ainda em 2020, quando, inclusive, houve conversas pelo técnico espanhol.

No entanto, o acerto com o Inter é um entrave. Diante disso, o São Paulo vai avaliar sete ou oito outros técnicos, mas não há nos bastidores a sinalização de um favorito entre eles. Os nomes são mantidos em sigilo para evitar obstáculos nas negociações.

– Escolha de técnico é profissional, quem deve definir é a área. Inclusive com integração. Cabe aos profissionais discutirem o melhor técnico e que atenda o DNA do São Paulo, de competição, clube comprometido com resultado e vitória. Todos nós teremos metas, inclusive o técnico, terá de ter compromisso com resultado. A escolha virá do coordenador, o Muricy, do Belmonte, do Biasoto, do Rui Costa que está chegando, e aí a decisão em cima de princípios, processos e procedimentos. Temos de mudar procedimentos. É o que dizia na campanha e é o que no 31º dia de gestão digo que vamos fazer – disse o presidente Julio Casares.

No Colorado, Ramírez virou nome de consenso entre os dois candidatos ao segundo turno das eleições também ainda em 2020. O presidente Alessandro Barcellos havia iniciado conversas com o técnico duas semanas antes de ser eleito para o cargo.

Ramírez e Inter têm um acerto de palavra para o treinador assumir o clube a partir de fevereiro. O espanhol terá contrato de dois anos com o clube e comissão técnica com mais três profissionais.

Oficialmente, a diretoria colorada não admite qualquer acordo com o técnico espanhol e reitera que o treinador do Inter hoje é Abel Braga e que o foco total recai sobre a briga pelo título. Mas muito antes da liderança isolada no Brasileirão, Ramírez já fazia até planos para as categorias de base do clube.

Ciente disso, o São Paulo não fecha a porta para Ramírez, mas acredita que não se trata de um nome possível para agora.

Em meio ao processo de escolha do novo técnico, o São Paulo terá o auxiliar fixo Marcos Vizolli como interino. A cinco rodadas do fim do Brasileirão, o clube não põe um prazo para fechar com um técnico.

A decisão pela saída imediata de Fernando Diniz se deu porque a diretoria não viu perspectiva de reação da equipe e para adiantar o planejamento de 2021, pois não haverá uma pré-temporada no calendário e o Paulista começará quatro dias depois do Brasileiro.

Fonte: Globo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui