PF faz operação contra quadrilha integrada por servidor da Receita

0

A Polícia Federal desencadeou nesta sexta-feira (23) a Operação ‘Free Pass’ (passe livre) para desarticular quadrilha de contrabandistas de cigarro paraguaio integrada por servidor da Receita Federal do Brasil em Mundo Novo.

Pelo menos 25 policiais cumprem cinco mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em Naviraí. Os alvos são residências e estabelecimentos comerciais em Umuarama e Guaíra, no Paraná, e Naviraí e Mundo Novo, em Mato Grosso do Sul.

A organização criminosa operava na fronteira do Paraguai e possuía articulações em Mato Grosso do Sul e Paraná. Mundo Novo fica na principal rota do cigarro paraguaio que entra em território brasileiro.

Segundo a PF, a investigação começou após apreensão de carga de cigarros contrabandeados em Mundo Novo. Os agentes descobriram a existência de associação criminosa integrada pelo servidor da Receita Federal lotado na Alfândega em Mundo Novo.

O servidor tinha função de vigiar os demais colegas e informar aos contrabandistas o momento em que poderiam passar pela Alfândega sem serem revistados. Conforme a PF, o nome da operação é pelo “passe livre” dado aos contrabandistas do grupo criminoso.

Devido à pandemia do novo coronavírus, todos os envolvidos na operação de hoje receberam equipamentos de proteção para preservar a saúde de policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

CREDITO: CampoGrandeNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui