MS se aproxima de 40 mil infectados e registra 668 mortes pelo novo coronavírus

0

Foto: SES | Reprodução

Mato Grosso do Sul registrou 988 novos casos de  nas últimas 24 horas, conforme divulgado nesta quarta-feira (19) no boletim epidemiológico do novo coronavírus. Os novos casos resultam em uma média de aproximadamente XX diagnósticos positivos a cada hora, nas últimas 24 horas – a maioria em Campo Grande.

Com isso, o total de infectados em  chega a 39.381, com registro total de 668 mortes – 11 nas últimas 24 horas. Os novos casos refletem incremento de 2,6% na curva, conforme a SES (Secretaria de Estado de Saúde). A média móvel, que corrige as distorções e ajuda a entender melhor redução, aumento ou estabilização dos números, está em 839 infecções por dia, nos últimos 7 dias. Em Campo Grande, a média móvel é 435

O boletim detalha, ainda, que  já soma 173.286 casos notificados, dos quais 128.309 foram descartados. Há 3.212 amostras em análise no Lacen- (Laboratório Central de ) e parceiros, além de 2.384 casos que ainda aguardam encerramento pelos municípios.

 

Os novos casos de  estão distribuídos em 50 municípios. Campo Grande lidera com mais da metade do total, 507 positivos, seguida por Corumbá (65), Dourados (61), Miranda (56), Nioaque (39), Três Lagoas (38), Sidrolândia (37) e Ponta Porã (30). Confira na tabela os detalhamentos com os demais registros e retificações.

668 óbitos em 

Nas últimas 24 horas foram registrados 11 óbitos, dos quais 3 foram em Campo Grande, 2 em Rio Verde de Mato Grosso, uma em Miranda, um Rio Brilhante, uma em Naviraí, uma em Cassilândia, uma em Corumbá e uma Guia Lopes. Confira a tabela com os detalhamentos fornecidos pela SES.

Com 668 vítimas, a taxa de letalidade da  em  está em 1,7%. A média móvel de óbitos está em 14,1 mortes  nos últimos 7 dias, com 258 mortes em agosto, 320 em julho, 70 em junho, 11 em maio, 8 em abril e uma em março. Em Campo Grande, a média móvel foi de 6,1 no mesmo período, com 110 mortes em agosto, 132 em julho, 5 em junho, 5 em maio e 2 em abril.

Internados e taxas de ocupação

Dos 39.391 casos confirmados de , 6.963 são infecções ativas e 31.750 são casos recuperados. Em isolamento domiciliar, estão 6.443 pacientes e 520 internados, além de 6 de outros estados que não integram as estatísticas locais.

Destes internados, 283 estão em leitos clínicos (179 públicos e 104 privados). Outros 243 estão internados em leitos de  (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 168 são públicos e 75 privados. Estes números referem-se apenas a casos já diagnosticados.