Comboio de carretas com cigarros apreendidos é levado de Mundo Novo até Foz do Iguaçu

0

| Foto: Divulgação |

Uma megaoperação foi montada para incinerar 183 toneladas de cigarros contrabandeados do Paraguai – avaliados em R$32,7 milhões, que foram apreendidos boa parte no Mato Grosso do Sul e também em Foz do Iguaçu.

O Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade e as Receitas Federais de Mundo Novo e de Foz do Iguaçu coordenam uma grande força-tarefa para a destruição. São 14 carretas carregadas com o produto contrabandeado que saíram de Mundo Novo e seguiram até Foz para serem destruídos.

Para alertar a população sobre os impactos e prejuízos do consumo de cigarros contrabandeados, as 14 carretas foram estampadas com mensagens sobre os prejuízos causados pelo contrabando no Brasil.

A operação serve para liberar espaço físico nos depósitos da Receita Federal no Mato Grosso do Sul, de modo a possibilitar a intensificação das ações policiais de apreensão e combate ao contrabando.

As ações de segurança para o transporte da carga, orientação das rodovias e o comboio de escolta contaram com apoio da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Força Nacional. Esta é a terceira força-tarefa para a destruição de cigarros contrabandeados realizada com o apoio do FNCP em 2020. No primeiro semestre, foram realizadas operações nos estados do Rio de Janeiro e Maranhão.

 

Oferecimento: Security Alarmes e Monitoramento – 3474-3058
Fonte: Catve.com
Artigo anteriorIdentificado trabalhador que faleceu de acidente provocado por contrabandista em Guaíra
Próximo artigoHomem é detido em Guaíra por transportar maconha em ônibus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui