Com 6 mortes e mais 234 positivos, MS já se aproxima de 17 mil casos de Covid-19

0

A secretária adjunta da SES, Crhistinne Maymone, na divulgação do boletim epidemiológico da Covid-19 nesta segunda-feira | Foto: SES | Reprodução

Mato Grosso do Sul já registra 16.637 casos positivos de , causada pelo novo coronavírus, conforme o boletim epidemiológico desta segunda-feira (20). Os números trazem incremento de 234 novos positivos, além de 6 mortes, resultando num total de 228 óbitos desde o início da pandemia.

Os 234 casos positivos desta segunda fazem incremento de 1,4% na curva, que segue ascendente e com crescimento exponencial. Vale lembrar, porém, que além dos números refletirem o menor processamento dos municípios nos fins de semana, as secretarias também enfrentam problemas na base de dados que alimenta o boletim – são 6.129 casos sem encerramento nas vigilâncias municipais.

O boletim traz, ainda, um total de 85.838 notificações de , das quais 60.665 foram descartadas. O Lacen-MS (Laboratório Central de MS) ainda processa 2.407 amostras biológicas – parte delas foram enviadas para laboratórios parceiros, tais como o Instituto Butantã (SP) e a Fiocruz (RJ).

Distribuição dos novos casos

Os 234 novos casos estão distribuídos em 20 municípios, com Campo Grande à frente: a Capital tem 162 casos, o que representa quase 70% do total. Na sequência vem Aquidauana, com 18 positivos, seguida por Três Lagoas (12), Naviraí (8), Rio Brilhante (7) e Deodápolis (6).

Amambai e Ribas do Rio Pardo gifuram com 4 positivos, cada, seguidas por Corumbá (3) e Dourados (2). Itaquiraí, Jaraguari, Jardim, Nioaque, Nova Andradina, Paranhos, Ponta Porã, Sidrolândia e Terenos trazem um registro, cada. Passam por retificação Ivinhema e Mundo Novo, com menos um caso, cada uma.

Casos ativos e internações

Dos 16.637 casos confirmados nesta segunda, 11.299 estão recuperados e 5.110 são casos ativos. Destes, 4.762 estão em isolamento domiciliar e 348 pacientes estão internados – além de 5 de outros estados que não integram as estatísticas do boletim local.

 

Fonte: MidiaMax

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui