Em 36 horas, Operação Hórus deixa prejuízo de quase R$ 19 milhões à criminosos da fronteira

0

| Foto: Divulgação |

Em pouco mais de 24 horas, entre a madrugada de domingo (05) e a manhã desta segunda-feira (06), equipes da Operação Hórus retiraram de circulação mais de 7 mil caixas de cigarros e meia tonelada de maconha.
As mercadorias foram apreendidas em ações nas cidades de Guaíra, Terra Roxa e Altônia, sendo apreendidos também duas carretas, três caminhões, duas lanchas e duas picape Fiat/Strada, além de pneus, eletrônicos e essências de narguilé. Três pessoas também foram presas.
Conforme a Polícia, somadas, as apreensões geram um prejuízo de quase R$ 19 milhões de reais aos criminosos da fronteira.
Dentre as seis apreensões, a maior foi em Altônia, onde totalizou R$ 14 milhões. Esta apreensão é considerada pela polícia uma das maiores da história.
Somente em 2020, as apreensões de cigarros, drogas, armas, contrabando, veículos e embarcações realizadas por equipes da Operação Hórus totalizam um prejuízo de R$ 100 milhões aos criminosos da região de Guaíra. A operação foi iniciada em 15 abril de 2019 e, até o momento, os valores das apreensões ultrapassam os R$ 260 milhões, com mais de 100 presos.
A Operação Hórus é integrada pela Polícia Federal, COE/BOPE e COBRA/BPFron da PMPR, TIGRE/PCPR, BOPE/PMMS, Força Nacional e pelo Exército Brasileiro, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP. A Hórus faz parte do Programa VIGIA: Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas.
Além das patrulhas por terra, a Hórus também conta com equipes em patrulhamento aquático pelo Lago de Itaipu e Rio Paraná. Ainda no Rio Paraná, região do Parque Nacional de Ilha Grande, a Operação Hórus conta com uma base de bloqueio do rio.
Oferecimento: Security Alarmes e Monitoramento – 3474-3058

Fonte: Ponto da Notícia

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui