CCR MSVia oferece consultas médicas gratuitas para caminhoneiros sobre Covid-19

0

Fotos: Divulgação/Assessoria

A CCR MSVia está disponibilizando para caminhoneiros milhares de consultas médicas online gratuitas, via chamada de vídeo, para atendimentos com foco na COVID-19. O serviço pode ser agendado até julho.

As consultas médicas podem ser agendadas por meio da central telefônica da Cia. da Consulta (0800 444-1001) ou pelo site www.ciadaconsulta.com.br/ccr. Os horários disponíveis de consulta serão de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e, aos sábados, das 8h às 14h.

Para o agendamento, o caminhoneiro deve informar seus dados pessoais e o número do Renavam do veículo. Antes do horário marcado, ele receberá um link no seu celular, que poderá acessar de onde estiver para a realização da consulta.

As consultas colocadas à disposição dos caminhoneiros são oferecidas por meio do Estrada para a Saúde, programa permanente do Grupo CCR que oferece atendimento gratuito de saúde e bem-estar a esses profissionais, em postos fixos e itinerantes, e que já realizou mais de 120 mil atendimentos nas rodovias administradas pelo Grupo. Nesta ação, o atendimento será feito por 30 médicos que fazem parte do corpo clínico da rede de clínicas Cia. da Consulta.

“O serviço médico oferecido aos caminhoneiros vai contribuir muito para que esses profissionais, que seguem trabalhando para manter o abastecimento das cidades, recebam um atendimento de qualidade, com informações seguras sobre os sintomas da doença e os cuidados para evitar o contágio”, disse o médico José Antonio Coelho Júnior, coordenador do Comitê de Gestão de Saúde Integrada, do Grupo CCR.

Inicialmente, o Grupo CCR investiu R$ 1,2 milhões em um pacote de 50 mil consultas, como parte do Plano de Apoio ao Caminhoneiro, que irá desembolsar R$ 5,7 milhões em ações de suporte ao trabalho desses profissionais.

Durante as consultas, os médicos fazem um levantamento da saúde dos caminhoneiros, com questionamentos sobre doenças crônicas, histórico familiar e hábitos, para entender como esses profissionais cuidam da saúde. Caso seja identificada alguma característica do novo coronavírus ou alguma queixa recorrente, serão oferecidas orientações médicas para garantir a segurança deles. Caso necessário, os médicos poderão recomendar que o paciente procure um pronto-socorro.

 

Fonte: JornalDoConesul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui