11 de julho de 2020
Início Esportes Brasileiro do Vitória de Guimarães abre o jogo sobre a nova rotina...

Brasileiro do Vitória de Guimarães abre o jogo sobre a nova rotina de futebol na Europa: “Me sinto seguro”

0
Crédito da foto: Twitter/ Vitória de Guimarães
Assim como as grandes ligas da Europa, o Campeonato Português é mais uma competição que teve seu retorno há algumas rodadas. Com a briga intensa pela liderança entre Porto e Benfica, a Liga NOS vai para a sua quinta rodada após a paralisação -faltam seis para seu encerramento.

Enquanto o Dragão e as Águias disputam ponto a ponto o título, o Vitória de Guimarães busca um lugar na Uefa Europa League. Com 40 pontos, a equipe está a cinco do Famalicão, primeiro clube na zona de classificação para a competição europeia.

Um dos brasileiros do elenco, o zagueiro Pedro Henrique abriu o jogo sobre a nova rotina dos atletas e dos clubes. Para ele, a adaptação após a pandemia do Covid-19 está sendo muito boa e os jogadores se sentem seguros. No entanto, estranha as partidas sem torcida.

“A adaptação está indo bem, temos que seguir novas regras para evitar o contágio. É uma adaptação diferente, já que algum tempo atrás treinávamos separado, depois começamos a treinar em grupo, levamos a roupa do treino pra casa, pegamos a roupa limpa no outro dia e entregamos a suja, é uma série de protocolos que temos que seguir para permanecer seguros. Os jogos sem torcida são estranhos, o uso de máscara no banco de reservas estranha um pouco também. Resumidamente, penso que a adaptação está sendo tranquila, mas nossa rotina mudou bastante”, começou por afirmar.

“Me sinto seguro porque temos todas as medidas de segurança dentro do clube, realizamos exames periódicos para poder treinar e jogar. Aqui na Europa a situação está mais controlada, as principais ligas já foram retomadas. Estar no estádio sem torcedores é estranho, mas sabemos da necessidade dessa medida preventiva. Precisamos estar sempre precavidos e atentos, porque a vida deve seguir normalmente e temos que tomar esses novos cuidados para nos mantermos saudáveis. É preciso se adaptar à situação. O futebol é uma forma de levar alegria a milhares de pessoas que estão passando por momentos difíceis, mesmo que não seja no estádio, apenas assistir à partida já ajuda. Outros países ainda não têm condições de voltar com o futebol, países que não alcançaram seu pico de contaminação e seguem com muitos casos diários. É preciso colocar a saúde sempre em primeiro lugar. Aqui em Portugal passamos pelo surto do vírus, a situação foi controlada e só então fomos liberados pelas autoridades para voltar com as atividades”, finalizou Pedro Henrique.

FOX Sports

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui