MS apresenta mais de 1 mil casos notificados de dengue em uma semana

0

Foto: Divulgação

Com mais de 63 mil casos notificados de dengue, Mato Grosso do Sul se aproxima de alcançar a média registrada em um dos anos que bateu recordes de notificações. Em 2016, esse registro foi de 65.505, sendo o terceiro ano com maior número de casos, desde que os dados são levantados pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Nesta comparação, tendo em visto que o número de casos notificados da doença figura em 63.594, a divergência para o registro de 2016 é de 1.911 casos. Com a média de novos casos notificados registrados constantemente sendo números altos (entre 800 a 1.000), é possível que 2020 ultrapasse o ano de 2016 já nos próximos meses.

A Secretaria realiza o levantamento dos dados da dengue em MS, desde 2013, e desde lá, o primeiro ano avaliado foi o recordista de casos notificados, com 99.748. Em 2014, o registro foi de 9.626, em 2015, 48.854, em 2016, 65.505 como já citado, em 2017, 7.277, em 2018, 10.765, em 2019, 85.429, sendo este último o segundo no ranking de casos.

Em uma semana, conforme é possível observar no boletim, o número de notificados passou de 62.451 para 63.594, ou seja 1.143 novos, entre o dia 17 e o dia 24 em MS.

O número de casos confirmados da doença chega a 32.349, de acordo com o levantamento. No comparativo com os dados do dia 17 passado, quando o total figurava em 31.253, foram 1096 novos.

Todos os municípios do Estado possuem alta incidência da doença, assim considerado quando o número de casos ultrapassa 300 a cada 100 mil habitantes.

O total de óbitos por dengue é de 39, em 2020. Do total dos óbitos registrados em MS (39), 2 são em Ponta Porã,  1 em Ivinhema, 4 em Corumbá, 7 ocorreram em Campo Grande, 3 em Dourados, 3 em Naviraí, 2 em Caarapó, 2 em Mundo Novo, 2 em Chapadão do Sul e Pedro Gomes, Costa Rica, Paranaíba, Cassilândia, São Gabriel do Oeste, Aquidauana, Bodoquena, Sidrolândia, Nova Andradina, Itaporã, Laguna Carapã, Itaquiraí  e Sete Quedas.

Dourados

Em Dourados, os números referentes a proliferação da dengue também contaram com alta em relação a semana anterior. Os casos confirmados da doença passaram de 1.108 para 1.125, sendo 17 novos, e os notificados passaram de 2.025 para 2.067, sendo 42 novos.

No “topo”

As cidades com maior incidência da doença em MS, são Douradina, com 6.769,1, São Gabriel do Oeste, 6.585,5, Novo Horizonte do Sul, 6.397,5, Anaurilândia, 6.076,4 e Jateí 5835,6. Em Dourados a incidência é de 927,1. Na capital a incidência é de 1672,1 com 14.982 casos notificados da doença.

 

Fonte: DouradosNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui