Sociedade Psicanalítica do MS abre evento online para debater angústias de profissionais da saúde em meio à pandemia

0
Imagem: Ilustrativa/Fellipelli

A Sociedade de Psicanalítica de Mato Grosso do Sul (SPMS) está promovendo a conferência “Por Trás das Máscaras” que visa debater sobre
angústias, medos e estresses dos profissionais da saúde que estão na linha de frente contra a Covid-19. O evento acontecerá às 20 horas do dia 17 de junho por meio da plataforma zoom e as inscrições podem ser realizadas gratuitamente pelo site http://spms.com.br.

De acordo com a presidente da SPMS, Catia Codorniz, este encontro é uma oportunidade ímpar para refletir sobre os dramas vividos diante da pandemia. “Existem diversos tipos de sofrimento: a privação do convívio familiar e dos colegas, o empenho para salvar vidas, as inseguranças, o medo de que um descuido possa trazer risco de contaminação”.

Para debater o tema foi convidado o médico infectologista Rivaldo Venâncio, que é doutor em medicina tropical, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (FAMED/UFMS) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Também foi convidado Tiago Amador Correia, enfermeiro, Mestre em ensino em saúde, responsável técnico da Unidade de tratamento intensivo do Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU/UFGD) e preceptor da residência multiprofissional do HU/UFGD.

E também a presidente da SPMS Miriam Catia Codorniz, Psicóloga, membro efetivo e analista em função didática do IP da Sociedade Psicanalítica de Mato Grosso do Sul (SPMS), Federação Brasileira de Psicanalise (FEBRAPSI), Federação Psicanalítica da América Latina (FEPAL), International Psychoanalytic Association (IPA) e presidente da SPMS.

Catia ressalta que o DACC da SPMS, dirigido pela psicanalista Maria Fernanda Marques Soares, tem trabalhado com afinco para informar e atender a sociedade. A informação é realizada nos eventos como “Por trás das máscaras” e pela Biblioteca Comunitária que está no site da SPMS. O atendimento é oferecido pelo Atendimento Humanitário individual e agora está lançando mais um projeto: o Atendimento Humanitário Emergencial Gratuito para Profissionais de Saúde nos Hospitais de Referência para a Covid-19. “Tanto as palestras quanto os atendimentos humanitários se baseiam na premissa de que a possibilidade de entender os próprios sentimentos, conflitos e o reconhecimento da situação traumática que estamos vivendo oportuniza um trabalho de equipe mais eficiente, cooperante e consequentemente, maior segurança no trabalho, menor estresse e aumento da autoimunidade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui