Délia Razuk representa Assomasul em ato de entrega de máscaras de proteção

0
Délia Razuk durante ato em Dourados (Foto: A, Frota)

Em ato na manhã desta segunda-feira (01) para a entrega de 2.150 protetores faciais (face shields) que serão distribuídos entre profissionais da área de saúde, a prefeita de Dourados, Delia Razuk, buscou tranquilizar a população local quanto ao avanço de casos de Covid-19 (novo coronavírus) e destacou procedimentos que vêm sendo tomados para a contenção da doença no município.

“Dourados é o epicentro da solidariedade”, pontuou a prefeita ao falar da iniciativa de instituições e empresas que trabalham de forma colaborativa com objetivo de doar face shields a profissionais da área da saúde que atuam na “linha de frente” e também profissionais de outros setores, buscando contribuir com o enfrentamento da pandemia do novo coronavirus.

Falando em nome da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), parceira de primeira hora do projeto, Délia transmitiu a saudação do presidente da entidade municipalista e prefeito de Bataguassu, Pedro Caravina, a todos os envolvidos no projeto.

A Assomasul adquiriu os insumos para a confecção das primeiras 20 mil unidades de face shields, “um apoio imprescindível”, segundo avaliou a defensora pública Mariza Gonçalves, responsável em trazer o projeto para Dourados, numa parceria com a BPW Dourados – Associação de Mulheres de Negócios e outras entidades e instituições.

Ao abordar a preocupação da Assomasul com o aumento de casos do coronavírus no Estado, Délia Razuk reafirmou que em Dourados as medidas tomadas para conter o avanço do vírus têm garantido a baixa ocupação de leitos e também baixo número de óbitos. “Não somos epicentro do coronavírus”, reforçou, destacando mais uma vez “o excelente trabalho da equipe técnica da secretaria municipal de Saúde”.

A defensora Mariza Gonçalves observou que para a concretização das ações da rede CoronaVidas Hub MS/Dourados foi firmada uma parceria produtiva com a indústria Quimisul e, além da Assomasul, instituições e empresas como a Unigran, a Fiocruz, o Instituto Federal de MS, a Associação das Defensoras e Defensores Públicos, Adecoagro, Cooperativa Sicredi, União dos Legisladores e Legislativos Estaduais, a Associação Sul-mato-grossense de Suinocultores do MS, Imobiliária Continental, Usina Laguna, Inflex e o apoio do Governo do Estado.

Atualmente, os protetores faciais (faces shields) são considerados equipamentos de proteção individual (EPIs) importantes, particularmente para os profissionais de saúde da linha de frente no combate à Covid-19. O uso, associado ao uso de máscaras faciais, aumenta de forma significativa a eficiência da proteção biológica no que tange a infecção pelo Sars-CoV-2, o novo coronavírus, e consequentemente ampliam as condições de segurança no trabalho.

A expansão do uso dos protetores faciais para outros segmentos, como a área da segurança pública e outros setores de atendimento com amplo contato com o público, pode impactar de forma positiva na redução da transmissão comunitária.

Número de casos

Com mais 79 exames positivos para coronavírus (Covid-19) nas ultimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 1.568, conforme informações apresentadas nesta segunda-feira (1) em coletiva de imprensa online com autoridades do Governo do Estado.

Dos 1.568 casos confirmados, 952 estão em isolamento domiciliar, 532 estão sem sintomas e já estão recuperados. 65 estão internados, sendo 23 em hospitais públicos e 42 em hospitais privados. Um paciente internado é procedente de fora do Estado. Foram registrados 20 óbitos.

Fonte: Assomasul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui